Document details

Doença cardiovascular: contribuição do Vascepa®, medicamento de origem marinha, no combate à hipertrigliceridemia

Author(s): Vieira, Cátia Sousa

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/14130

Origin: Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Subject(s): Doença cardiovascular; Dislipidemia; Hipertrigliceridemia; Ómega-3; Vascepa®; ANCHOR; MARINE


Description

O presente trabalho iniciou-se com a revisão bibliográfica, no período de 2010 a 2013, sobre os compostos orgânicos marinhos com efeitos cardiovasculares, utilizados como fármacos. Nesta pesquisa destacou-se uma formulação que surpreende pelos seus efeitos protectores na saúde cardiovascular, nomeadamente nas dislipidemias, a qual foi aprovada a 26 de Julho de 2012 pela Agência Norte-Americana do Medicamento e Alimento (FDA) para venda em farmácia, mediante prescrição médica. Pelo seu papel relevante no tratamento adjuvante da hipertrigliceridemia, decidiu-se direccionar o presente trabalho para o estudo detalhado sobre a referida formulação e o seu princípio activo. Vascepa® é o nome do novo medicamento, sendo a sua substância activa um éster etílico sintetizado laboratorialmente a partir do ácido eicosapentaenóico (EPA), proveniente de óleo de peixe. Uma das novidades desta formulação é a ausência de ácido docosahexaenóico (DHA) na sua composição o que, segundo alguns autores, resulta na não elevação dos níveis de colesterol LDL. A eficácia e a segurança de Vascepa® foram avaliadas em dois ensaios clínicos de fase III (ANCHOR e MARINE), com três grupos terapêuticos: Vascepa® 4 g/dia, Vascepa® 2 g/dia e placebo. Em ambos ensaios clínicos, a dose mais alta de Vascepa® mostrou uma diminuição estatisticamente significativa nos níveis de triglicéridos, VLDL, lipoproteína associada à fosfolipase A2, apolipoproteína B, colesterol total, HDL e proteína C reactiva (PCR) de alta sensibilidade, em comparação ao placebo, sem aumentar os níveis de LDL. Até o momento não foram divulgados os resultados de toxicidade, dispondo-se apenas das declarações do fabricante as quais referem que o medicamento é seguro e bem tolerado. Em 2013, encontra-se em desenvolvimento o estudo (REDUZIR-IT) de eficácia do Vascepa® na prevenção de eventos cardiovasculares em indivíduos de alto risco que já tomam estatinas.

Dissertação para obtenção do grau de Mestre no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Morais, Zilda
Contributor(s) Vieira, Cátia Sousa
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents