Document details

Dificuldade na quantificação e diferenciação automática de leucócitos em doentes com β-talassémia intermédia : relação genótipo / fenótipo

Author(s): Pinto, Flávia Catarina Gonçalves, 1988-

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/15517

Origin: Instituto Politécnico de Coimbra

Subject(s): Hemoglobinopatias; β-TI; Analisadores Hematológicos; Mutações; Talassemia beta; Ciências Médicas; Ciências Médicas; Ciências Médicas


Description

Introdução: A quantificação e a diferenciação leucocitária em diferentes contadores hematológicos automáticos apresentam artefatos devido à presença de células (eritroblastos, eritrócitos com corpos de Howell-Jolly, drepanócitos e células em alvo) com resistência osmótica aumentada. Esta dificuldade em obter contagens fiáveis coloca muitas vezes problemas no diagnóstico e seguimento destes doentes. A hemoglobina (Hb) do adulto, Hb A, é composta por 2 cadeias globínicas α e 2 β. As hemoglobinopatias resultam de mutações nos genes das cadeias globínicas que levam à síntese de cadeias anormais ou à ausência ou diminuição de produção dessas mesmas cadeias. As β- Talassémias são caraterizadas por uma redução (β+) ou ausência (βº) de síntese de cadeias β –globínicas, em consequência, na maioria das vezes, de mutações pontuais. A homozigotia ou heterozigotia composta para mutações β+ dá origem à β- Talassémia Intermédia (β-TI). Objetivos: Encontrar uma metodologia fiável para a contagem e diferenciação de leucócitos em doentes com β-TI. Criar um algoritmo para a correção dos parâmetros. Relacionar o genótipo com as maiores ou menores alterações na contagem diferencial leucócitária. Material e Métodos: 21 amostras de doentes com β-TI, do Serviço de Hematologia-HG/HP do Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra, EPE, colhidas entre Setembro de 2011 e Setembro de 2012. As amostras foram divididas em Grupo I, 14 amostras: homozigotia c.92+6T>C(IVSI-6) e homozigotia - 90C>T; Grupo II, 7 amostras: heterozigotia [c.317delT (CD106 - T); dupla heterozigotia c.46delT(CD15 -T)+ ααα/αα e dupla heterozigotia c.92+1G>A (IVSI-1)+ααα/αα]. Estudo realizado em analisador hematológico automatizado CELL-DYN SAPPHIRE™ , com metodologia FCS e método de correção manual. Análise estatística por teste t student para amostras emparelhadas. Resultados:Avaliação comparativa dos resultados: metodologia automática vs FCS (p<0.0001; t=5,077); automática vs manual (p<0,0001; t=4,943); FCS vs manual (p=0,0002; t=4,604). Discussão/Conclusão: A correção das contagens no programa FCS demonstrou eficácia na eliminação de interferentes que inflacionam a contagem de leucócitos. A partir desta metodologia foi criado um algoritmo para ser utilizado no processamento deste tipo de amostras. Verificou-se ainda que as amostras do Grupo I, com homozigotia [c.92+6T>C(IVSI-6) e homozigotia - 90C>T], apresentaram maiores alterações na contagem diferencial leucocitária, o que deverá estar relacionado com o seu fenótipo mais severo.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Ribeiro, Maria Letícia; Barreira, Rogério
Contributor(s) Pinto, Flávia Catarina Gonçalves, 1988-
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents