Document details

O rosto do acolhimento no bloco de partos

Author(s): Castro, Silvia Cristina Gaspar de

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/16065

Origin: Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

Subject(s): Enfermagem materno-infantil; Enfermagem de maternidade; Acolhimento; Relação de ajuda; Bloco de partos


Description

A área da maternidade possui em si algo de mágico. A capacidade do ser humano poder gerar e criar outro novo ser dentro de si é algo fascinante, pela maravilha que é o nascimento de uma criança. (Canavarro, 2001). A visão sobre o parto e a maneira como é vivenciado são singulares. Desta forma, cada mulher deve ter um atendimento diferenciado. O parto realizado em meio hospitalar corresponde a um período em que a mulher está longe do seu contexto familiar e social, sendo os enfermeiros especialistas em saúde materna e obstetrícia os que estão mais próximos pela competência científica, técnica e humana para prestar, além de cuidados de enfermagem gerais, cuidados de enfermagem especializados na área da sua especialidade.” Assim sendo, enquanto prestadores de cuidados têm por dever proporcionar à grávida e acompanhante todas as condições, de modo a oferecer um local em que sejam asseguradas as melhores circunstâncias psicológicas/afectivas, físicas e técnicas. O relatório apresentado pretende dar a conhecer, as competências desenvolvidas no decorrer de um estágio com relatório realizado no bloco de partos do Hospital de Cascais, enquanto aluna do 1º Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Materna e Obstétrica da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa. Objectivei analisar e reflectir sobre as práticas de enfermagem realizadas durante o processo de acolhimento à grávida/casal no bloco de partos, através da seguinte questão de partida: “Qual o contributo na qualidade dos cuidados prestados, na perspectiva da grávida/família, sobre a uniformização dos procedimentos efectuados pelo EESMO durante o acolhimento no BP? “ A metodologia de trabalho utilizada foi descritiva, analítica e reflexiva ao longo do relatório com recurso a metodologia de revisão sistemática da literatura. Os dados foram colhidos por diários de campo, no período de dois meses do ano decorrente. Constatou-se que houve satisfação com o acolhimento prestado pelos profissionais de saúde e pelas informações quanto aos procedimentos a que as grávidas seriam submetidas. Conclui-se que as interacções pessoais são essenciais para auxiliar profissionais e clientes a percorrerem a experiência do acolhimento ao nível hospitalar.

Mestrado, Enfermagem em Saúde Materna e Obstetrícia, 2011, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Presado, Maria Helena
Contributor(s) Castro, Silvia Cristina Gaspar de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents