Document details

Promoção das posições verticais durante o trabalho de parto

Author(s): Sousa, Patrícia Alexandra dos Santos

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/16196

Origin: Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

Subject(s): Parto normal; Posições verticais no trabalho de parto; Cuidados de enfermagem; Cuidar; Parto humanizado; Cuidado pré-natal; Trabalho de parto


Description

Este relatório foi elaborado no âmbito da Unidade Curricular Estágio com Relatório do 3º Curso de Mestrado em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa. Tem como objetivos: descrever, analisar e avaliar as actividades desenvolvidas no ensino clínico (EC) em bloco de partos, relacionadas com os cuidados à mulher/RN/família nos 4 estádios do TP; tem também como objetivo identificar as estratégias facilitadoras da promoção da posição vertical durante o Trabalho de Parto, sendo esta definida como “prática demonstradamente útil” pela Organização Mundial de Saúde, na Obra “Assistência ao Parto Natural: guia prático” (OMS, 1996). A metodologia utilizada baseou-se numa Revisão Sistemática da Literatura com a questão PIC(o): “Quais os benefícios materno-fetais da posição vertical no Trabalho de Parto e qual o papel do EESMOG na promoção desta posição”, que orientou a definição de objetivos e atividades a desenvolver em EC, relacionadas com a promoção da posição vertical no Trabalho de Parto, possibilitando a observação e análise dos seus resultados. O EC teve com enfase o desenvolvimento de competências específicas de EESMOG, tal como o preconizado pela Ordem dos Enfermeiros e pela International Confederation of Midwives. Foram inúmeras as atividades desenvolvidas ao longo do mesmo, as quais se encontram descritas no presente relatório. Ao longo do EC foram desenvolvidas competências no cuidado especializado à mulher/casal/RN saudável durante o período pré-natal, durante o trabalho de parto e pós-parto, assim como à mulher a vivenciar processos de saúde/doença ginecológica. Como referência na prestação de cuidados especializados à mulher/casal/RN saudável e na promoção da utilização das posições verticais, utilizei o modelo teórico de Betty Neuman. Durante o EC foram também aprofundados conhecimentos relacionados com a temática estudada, estratégias facilitadoras da promoção da posição vertical durante o TP (1º e 2º estádio). Neste âmbito tive oportunidade de desenvolver competências no cuidado especializado à mulher/casal na promoção da utilização da bola de parto, na deambulação, desde que existissem condições obstétricas, assim como na utilização da posição de quatro apoios, na posição de sentada na cama e na posição de semi-fowler, ao longo de todo o processo de TP. Ao longo da minha prática clinica pude constatar que as mulheres que se encontravam mais motivadas para a utilização da posição vertical foram as que, durante a gravidez, tinham recebido informação sobre esta temática, quer nas consultas de vigilância, quer nos cursos de preparação para o nascimento. Esta minha constatação encontra-se em concordância com os dados da RSL. Foram também observadas, na prática clínica, algumas das vantagens da utilização da posição vertical referidas na literatura, nomeadamente nas alterações cardiotocográficas, a nível do controlo e alívio da dor a nível da região lombar. Todas as mulheres que utilizaram uma posição vertical durante o TP referiram grande satisfação perante o seu parto.

Mestrado, Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia, 2013, Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Afonso, Esmeralda
Contributor(s) Sousa, Patrícia Alexandra dos Santos
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents