Document details

Profilaxia do tromboembolismo arterial na cardiomiopatia hipertrófica felina

Author(s): Lino, Joana Maria Centeno Nunes de Sande Ribeiro

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/16893

Origin: Escola Universitária Vasco da Gama

Subject(s): Tromboembolismo arterial; Cardiomiopatia hipertrófica; Gatos; Tratamento; Profilaxia; Arterial thromboembolism; Hypertrophic cardiomyopathy; Cats; Treatment; Prophylaxis


Description

A cardiomiopatia hipertrófica (CMH) primária é uma das doenças cardíacas mais frequentes em felinos, e caracteriza-se em termos fisiopatológicos por uma hipertrofia concêntrica do músculo cardíaco, que se traduz numa diminuição da função diastólica do mesmo. As manifestações clínicas desta doença estão relacionadas quer com a insuficiência cardíaca secundária a esta disfunção diastólica quer com o aparecimento de complicações tromboembólicas, que são muito frequentes e uma importante causa de morbilidade e mortalidade nestes animais. Os mecanismos que predispõem um animal com CMH a eventos tromboembólicos estão relacionados com a estase sanguínea, o dano endotelial e a activação da cascata de coagulação que ocorrem nesta patologia. Dado o mau prognóstico associado a complicações como o tromboembolismo arterial, torna-se essencial adoptar estratégias preventivas nos felídeos com CMH. A profilaxia deste tipo de complicações tem sido tradicionalmente realizada utilizando ácido acetilsalicílico (AAS) (vulgarmente conhecido por aspirina), heparina ou varfarina. No últimos anos têm surgido novos agentes quer antiagregantes plaquetares, quer anticoagulantes. O seu uso em medicina veterinária tem crescido e a sua aplicabilidade em situações tromboembólicas tem sido alvo de vários estudos. Esta dissertação tem como objetivo fazer uma revisão bibliográfica sobre o estado actual dos conhecimentos sobre profilaxia do tromboembolismo arterial em gatos com CMH.

Hypertrophic cardiomyopathy (HCM) is one of the most common primary heart diseases in cats and is characterized in terms of a pathophysiology as concentric hypertrophy of cardiac muscle, which results in progressive diastolic dysfunction. Clinical manifestations of this disease are related either to heart failure secondary to this diastolic dysfunction or to the appearance of thromboembolic complications which are very common and are a major cause of morbidity and mortality in these animals. The mechanisms that predispose an animal with HCM to thromboembolic events are related to blood stasis, endothelial damage and activation of the coagulation cascade that occur in this disease. Due to the poor prognosis associated with complications such as arterial thromboembolism, it is essential to adopt preventive strategies in felines with HCM. The prevention of these complications has traditionally been performed using aspirin, heparin or warfarin. In recent new agents like antiplatelet or anticoagulant drugs were introduced. Their use in veterinary medicine has grown and their applicability in thromboembolic events has been the subject of several studies. This thesis aims to make a review on the current state of knowledge in arterial thromboembolism prophylaxis in cats with HCM.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Vieira, Maria João Nobre de Matos Pereira; Oliveira, João Manuel Pimenta Ferreira
Contributor(s) Lino, Joana Maria Centeno Nunes de Sande Ribeiro
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents