Document details

Produção em cabras: comparação de sistemas e incidêndia de patologia

Author(s): Roque, Joana Lopes

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/17003

Origin: Instituto Politécnico de Coimbra

Subject(s): Caprinos; Lactação; Secagem; Patologia puerperal


Description

Resumo O presente estudo, realizado na exploração Barão & Barão, ocupou-se do maneio do efectivo caprino durante a época de partos de Janeiro/Fevereiro. Avaliou-se em 118 cabras de raça Alpina e Saanen: 1) as principais características dos partos/abortos; 2) a condição corporal quinzenalmente (por palpação e por observação) antes e após o parto; 3) o peso das crias à nascença e semanalmente até ao desmame. Foram modeladas curvas de lactação das fêmeas com e sem secagem. Estudando-se a influência da omissão do período de secagem entre lactações, nomeadamente, a incidência de patologia puerperal (metrite, aborto e toxemia de gestação). Concluiu-se que os animais em lactação continua têm maiores produções de leite que as cabras que secam, ao comparar curvas de lactação médias até aos 390 dias. Estaticamente a incidência de patologia puerperal não foi influenciada pela secagem ou não dos animais. Contudo cabras em secagem têm menos necessidades alimentares, sendo esta uma das principais causas de toxemia de gestação em cabras exploradas em sistema intensivo. Palavras-chave: Caprinos, lactação, secagem, patologia puerperal

Abstract The present study took place in Barão & Barão and it is about the goats management during the parturition season of January/February. One hundred and eighteen Alpine goats and Saanen were used for: 1) main characteristics of parturitions/abortions; 2) body condition every two weeks (by palpation and observation) before and after parturition; 3) the weight at all kids after birth and weekly till weaning. Lactation curves were modeled for goats in and of the dry-off period. We was studied the influence of dry-off period omission between lactations, in particular the incidence of puerperal pathology (metritis, abortion and pregnancy toxemia). In conclusion, goats in continuous lactation have bigger milk yield than the goats with dry-off period between lactation, in comparison to the medium lactation curves till three hundred and ninety days after parturition. The omission of the dry-off period did not influenced puerperal pathology incidence. Despite that, goats in late pregnancy with dry-off period have less the nutrition needs, being these needs the main cause of pregnancy toxemia in intensive system goats production. Keywords: Lactation, dry-off period, goats, puerperal pathology

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Delgado, Fernando José dos Santos
Contributor(s) Roque, Joana Lopes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents