Document details

Neoplasias malignas da língua: caracterização e importância do diagnóstico precoce na medicina dentária

Author(s): Rodeia, André

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/17333

Origin: Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Subject(s): Carcinoma da língua; Diagnóstico precoce; Carcinoma pavimento-celular oral


Description

Introdução: O carcinoma da língua (CL) é o cancro mais comum da cavidade oral e a sua incidência tem vindo a aumentar em Portugal e no mundo. Objetivos: Caracterizar os doentes diagnosticados com CL no Instituto Português de Oncologia de Lisboa, Francisco Gentil (IPOLFG), através de um estudo descritivo e de relação de variáveis como idade, género, estadiamento, grau de diferenciação celular, tipo de cirurgia, tratamento coadjuvante e taxa de sobrevivência. Pretende-se ainda enfatizar a relevância do médico dentista no diagnóstico precoce e consequente prognóstico da doença. Materiais e métodos: Trata-se de um estudo retrospetivo e comparativo de dois períodos temporais, efetuado no IPOLFG, onde se procedeu à análise estatística de 313 doentes diagnosticados com CL, entre os anos 2004/2005 e 2014/2015. Para tal, foi utilizado o Software Package for Social Sciences (SPSS) com o objetivo de caracterizar a amostra, correlacionar variáveis e efetuar curvas de sobrevivência. Resultados: Apurou-se uma maior incidência de casos no género masculino e na faixa etária ≥65 anos, para ambos os períodos analisados. O tipo histológico mais frequente foi o carcinoma pavimento-celular e, à data do diagnóstico, a maior parte dos tumores encontrava-se no estadio IV. O número de casos de estadios precoces (I e II) aumentou e o número de estadios avançados (III e IV) diminuiu, quando comparados os períodos. A taxa de sobrevivência a 5 anos situa-se nos 39%, tendo-se confirmado a influência do estadio, realização de cirurgia e realização de radioterapia. Conclusões: O cancro da língua continua a ser o mais frequente da cavidade oral e a sua frequência não diminuiu quando comparado com dados da última década. O estadio no diagnóstico continua a ser o mais elevado (IV), remetendo para a importante questão do diagnóstico precoce do cancro oral, onde o médico dentista assume um papel preponderante.

Dissertação para obtenção do grau de Mestre no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Zagalo, Carlos; Melancia, Tanya
Contributor(s) Rodeia, André
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents