Document details

A preparação para o nascimento no desenvolvimento da confiança materna nos cuidados ao recém-nascido

Author(s): Faria, Natércia Andreia de Sousa

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/17512

Origin: Escola Superior de Enfermagem de Lisboa

Subject(s): Enfermagem obstétrica; Educação em saúde; Preparação para o parto; Recém-nascido


Description

A preparação para o nascimento é uma área de intervenção, com interesse para a prática de cuidados do EEESMO, que tem vindo a aumentar nos últimos anos. Os programas visam o suporte e a capacitação dos casais para a transição para a parentalidade e nascimento, apoiando-os nas etapas da gravidez, do parto e do período pós-parto. Esta investigação teve como objeto a preparação para o nascimento e a compreensão desta temática no desenvolvimento da confiança materna nos cuidados ao recém-nascido. Pretende-se compreender os contributos dos cursos no desenvolvimento de competências parentais, especificamente, no crescimento do sentimento de confiança. Foi um estudo quantitativo, do tipo descritivo e transversal, tendo como questão de investigação “De que forma a preparação para o nascimento/ parentalidade contribui para a confiança materna nos cuidados ao recém-nascido?” Foi utilizada a técnica de inquérito por questionário que inclui a escala Mother and Baby Scales - MABS de Sereno et al (2012) que avalia a confiança materna nos cuidados ao recém-nascido. Teve como alvo 100 puérperas internadas num serviço de puerpério, 44 com frequência de curso de preparação para o nascimento e 56 sem sua a realização. As puérperas que frequentaram os cursos, consideraram que a experiência e os conhecimentos adquiridos foram importantes para o desenvolvimento da sua confiança no desempenho do papel materno. No entanto, o resultado da confiança global foi ligeiramente inferior e a falta de confiança nos cuidados ao recém-nascido foi ligeiramente superior, em relação ao grupo sem preparação para o nascimento. As dimensões de maior vulnerabilidade encontraram-se associadas à amamentação reveladas pelas subescalas Estado de alerta durante a alimentação e Falta de confiança para alimentar o bebé, em que as mães que frequentaram os cursos percecionaram os seus recém-nascidos em menor estado de alerta durante a amamentação e revelaram maior falta de confiança para amamentar (p<0,05). Os aspetos que consideraram mais relevantes a serem abordados nos cursos para o desenvolvimento da confiança materna referem-se a uma metodologia mais prática, partilha de experiências com outros pais e a continuidade dos cursos no período pós-parto.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Presado, Maria Helena
Contributor(s) Faria, Natércia Andreia de Sousa
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents