Document details

Alterações fisiológicas por psicofármacos

Author(s): Frederico, Rodrigo Dionísio Gonçalves

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/17653

Origin: Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Subject(s): Psicofármacos; Alterações fisiológicas; Efeitos adversos; Antipsicóticos


Description

O desenvolvimento de fármacos utilizados em psiquiatria, tais como os antipsícóticos ansiolíticos/hipnóticos, antidepressivos e estabilizadores de humor visam prevenir, tratar e controlar perturbações do foro psiquiátrico. Devido ao aumento de patologias e desequilíbrios psicológicos, o consumo de psicofármacos nas últimas décadas, cresceu não só em Portugal como em toda a Europa. Em Portugal, foi o consumo de antidepressivos que teve o aumento mais significativo. Na verdade, vários grupos de psicofármacos desencadeiam reacções adversas medicamentosas (RAM) que colocam por vezes a qualidade de vida dos doentes em risco. Estas surgem sobretudo através de estímulos ou bloqueios de receptores fisiológicos, interacções com outros fármacos, interferências em metabolismos específicos ou até por hipersensibilidade ao princípio activo do fármaco. Os psicofármacos podem estar associados a várias alterações fisiológicas desde hematológicas, metabólicas, endócrinas, cardiovasculares, gastrointestinais, respiratórias e músculo-esqueléticas. Esta revisão bibliográfica pretende relatar as diversas alterações consequentes do consumo de psicofármacos.

Dissertação para obtenção do grau de Mestre no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Sena, Veronique Harrington
Contributor(s) Frederico, Rodrigo Dionísio Gonçalves
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents