Document details

Correlação entre a discrepância dentária anterior e total e os diferentes tipos de má oclusão em pacientes da consulta de ortodontia da Clínica Universitária do ISCSEM

Author(s): Vasques, Mariana da Costa Silva

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/19800

Origin: Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Subject(s): Tamanho dentário; Má oclusão; Análise de Bolton; Discrepância de tamanho dentário


Description

Objetivos: A existência de proporcionalidade entre a dimensão dentária maxilar e mandibular é essencial para a formação de uma correta oclusão. O objetivo deste estudo é avaliar a prevalência da discrepância do tamanho dentário entre os dentes maxilares e mandibulares na consulta de ortodontia e a sua influência no estabelecimento da má oclusão.

Material e métodos: Foi selecionada uma amostra de 60 pacientes, de ambos os sexos, da consulta de Ortodontia da Clínica Dentária Egas Moniz, de modo a formar 4 subgrupos, mediante o tipo de má oclusão. Foram analisados os modelos de estudo iniciais e, sobre estes, mediu-se o comprimento mesio-distal de todos os dentes (de 1º molar a 1º molar contra lateral), o trespasse vertical, o trespasse horizontal, quantificou-se o apinhamento dentário e a profundidade sagital do plano oclusal. Foi calculada, para cada paciente, a proporção dentária anterior e total com recurso à Análise de Bolton. Os resultados obtidos foram tratados estatisticamente pelo software SPSS, através da estatística descritiva e comparativa (Teste ANOVA One-way, coeficiente de correlação de Pearson, Wilcoxon e t-Student), com nível de significância de 5%.

Resultados: A amostra em estudo é constituída por 46 indivíduos do sexo feminino (75,41%) e 15 do sexo masculino (25,59%). A idade média da população de estudo é de 22,16 anos. Em 65,6% da amostra estão presentes discrepâncias de tamanho dentário, sendo 54,1% discrepâncias anteriores e 41%, discrepâncias totais. Tanto a discrepância anterior como total são consequência, em maior percentagem, de um excesso mandibular (34,4 % e 21,3%, respetivamente). Os valores médios do índice de Bolton anterior (78,11%) são superiores aos descritos na literatura, enquanto que os valores do índice de Bolton total (91,46%) são semelhantes à literatura.

Conclusão: Na população de estudo, 65,6% possuem discrepâncias de tamanho dentário. Existe maior prevalência da discrepância dentária anterior. Os valores médios do índice de Bolton anterior são superiores aos descritos na literatura. Não foram identificadas correlações estatisticamente significativas entre as DDD anterior e total e as variáveis estudadas (dimorfismo sexual, trespasses vertical e horizontal, o apinhamento dentário, a profundidade do plano oclusal e os diferentes tipos de má oclusão).

Dissertação para obtenção do grau de Mestre no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Costa, Hélder Nunes
Contributor(s) Vasques, Mariana da Costa Silva
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents