Document details

Atualização em cancro oral

Author(s): Charrua, Fátima de Figueiredo

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/20001

Origin: Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Subject(s): Cancro oral; Radioterapia; Quimioterapia; Imunoterapia


Description

Atualmente, o cancro oral representa o sexto tipo de cancro mais prevalente a nível mundial. As suas elevadas taxas de morbilidade e mortalidade induzem alterações drásticas na qualidade de vida dos pacientes acometidos por esta patologia. A prevenção e diagnóstico precoce de cancro oral são duas das medidas que devem ser incutidas nas populações e seus sistemas de saúde, visto que a grande maioria dos tumores podem ser evitados com a abstinência de alguns fatores de risco mais relevantes, como o tabaco e o álcool. Porém, quando esta etapa inicial falha e o cancro se desenvolve, é fundamental a existência de técnicas terapêuticas adequadas. A constante preocupação na criação de modalidades de tratamento ideais é crucial, quer com menores e menos graves efeitos adversos, quer com melhorias funcionais que promovam tratamentos específicos de acordo com o agente tumoral, por forma a promover a erradicação deste flagelo. A progressão do cancro oral é um processo multifatorial, em que surgem inúmeras alterações genéticas e epigenéticas. Deste modo, é essencial a compreensão exata dos mecanismos da carcinogénese e a determinação dos pontos deste ciclo em que é possível a atuação do Homem, por forma a combater o cancro. A adoção das mais recentes estratégias terapêuticas é primordial no tratamento do cancro da cavidade oral, visto que, normalmente, as terapêuticas convencionais vêm acompanhadas de um conjunto de efeitos adversos extremamente incapacitantes para o paciente, quer a nível físico e estético, quer a nível funcional, numa região corporal tão exposta como é a região da cabeça e pescoço. Assim, tem sido possível observar os recentes progressos da terapêutica oncológica, quer na terapia cirúrgica, na radioterapia, na quimioterapia e na imunoterapia. Deste modo, estas melhorias têm conseguido aumentar as taxas de sobrevivência e qualidade de vida dos pacientes acometidos de cancro da cabeça e pescoço.

Dissertação para obtenção do grau de Mestre no Instituto Superior de Ciências da Saúde Egas Moniz

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Zagalo, Carlos
Contributor(s) Charrua, Fátima de Figueiredo
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents