Document details

Software Open Source em Auditoria

Author(s): Correia, Tânia Sofia Oliveira

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/21155

Origin: Instituto Politécnico de Coimbra

Subject(s): Software Open Source; Software Proprietário; Auditoria; Adoção Software Open Source


Description

O surgimento de grupos empresariais cada vez de maior dimensão e a complexidade organizacional têm tornado o processo de obtenção de evidências satisfatórias, sobre a validade das asserções subjacentes às contas e às transações, cada vez mais difícil e custosa para o auditor. Sendo o objetivo da auditoria externa a emissão de um parecer sobre as demonstrações financeiras de uma organização, o auditor deverá assegurar que a recolha de evidência é suficiente e apropriada, sendo preparada de forma tempestiva. A auditoria interna tem vindo a ganhar importância, de modo a tornar-se cada vez mais num elemento essencial e contemporâneo, ajudando as organizações a funcionarem com os patamares necessários de exigência. O auditor terá de demonstrar ao mercado e aos stakeholders que é um profissional independente, íntegro, credível, que defende a transparência e atua com rigor. O software para auditoria é uma ferramenta essencial para o auditor, sendo um instrumento que o auxilia a atingir o seu objetivo. Com a utilização de software para auditoria obterá um aumento da eficiência, qualidade e fiabilidade na análise dos dados e recolha de evidência. O software para a auditoria poderá ser: software proprietário, como por exemplo o Caseware IDEA, Microsoft Excel, SPITA, ou então, software de código aberto, denominado software open source ou ainda software livre, como por exemplo Libre Office, SiAudi, Open Office, etc. Com este trabalho pretende-se fazer uma definição destes tipos de software, perceber qual o software mais utilizado na área de auditoria e, dos que são utilizados, se são classificados como software proprietário ou software open source. Adicionalmente, pretende-se entender quais os fatores que influenciam ou inibem a adoção de software open source. Para atingir estes objetivos recorreu-se a um questionário onde foi possível recolher 64 respostas. Verificou-se que o software com maior utilização é o proprietário e que 43% dos respondentes encontram-se no primeiro nível de assimilação de software open source. Adicionalmente e de forma genérica, verificou-se que o ambiente externo é o macro fator que influencia de forma positiva a adoção de software open source na auditoria.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Pedrosa, Isabel Maria Mendes; Costa, Carlos Manuel Jorge da
Contributor(s) Correia, Tânia Sofia Oliveira
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents