Document details

O uso das atividades plásticas no desenvolvimento da escrita numa criança com dificuldades motoras

Author(s): Graça, Liliana Isabel Simões

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/23161

Origin: Instituto Politécnico de Coimbra

Subject(s): Atividades Plásticas; Psicomotricidade; Escrita; Paralisia Cerebral


Description

Este trabalho tem como temática inerente, o papel das atividades plásticas como meio de aperfeiçoamento da escrita em termos formais em crianças com dificuldades motoras. A importância desta investigação justifica-se devido à necessidade de compreender como é que uma criança com dificuldades motoras apreende e aperfeiçoa a escrita ao nível da gestualidade e do grafismo através de atividades plásticas. Sendo assim, o trabalho de investigação que aqui se apresenta tem como objetivo analisar e comprovar a importância das atividades plásticas como estimuladoras do controlo motor, de forma a promover o aperfeiçoamento da escrita ao nível da gestualidade, do grafismo e da compreensão. Relativamente à fundamentação teórica recorreu-se à bibliografia de referência para a temática em estudo, que teve como base a psicomotricidade, que liga movimento ao pensamento e a atividade plástica como fonte inesgotável de exercícios que possibilitam uma melhoria das competências mecânicas. As atividades plásticas promovem o controlo motor que é fundamental desde o início da aprendizagem da escrita, e, neste sentido procurou-se selecionar para o estudo um participante que fosse portador de dificuldades motoras. Metodologicamente, foi definido para esta investigação, uma abordagem de caráter misto, para tal, recorremos à pesquisa documental, à observação direta do estudo de caso. O participante deste estudo é portador de paralisia cerebral e apresentava dificuldades no desenho das letras e na perceção da sua forma. As atividades propostas foram inseridas em temas da preferência do aluno, para uma maior aceitação e interação com os exercícios propostos.Ao longo da intervenção, foram feitos exercícios de desenho condicionado e desenho livre, colagem, pintura e modelagem. Podemos concluir que este estudo contribuiu para uma evidente melhoria, não só em termos da caligrafia, mas também autonomia e consciencialização das formas gráficas que compõem a escrita. Este estudo comprova, portanto, que o recurso a atividades plásticas promove uma melhoria da competência da escrita, mas também da sua interpretação.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Antunes, Maria Fernanda Ferreira, 1974-
Contributor(s) Graça, Liliana Isabel Simões
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents