Document details

O segmento de mercado MICE nos hotéis de luxo em Lisboa

Author(s): Everard, João Nuno Vicente de Lara

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/2400

Origin: Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril

Subject(s): Hotelaria; Eventos; MICE; Lisboa; Hospitality; Events; Lisbon


Description

A hotelaria e os eventos são duas actividades que remontam ao princípio das civilizações, embora na sua génese estejam necessidades e vontades diferentes. Enquanto a hotelaria surge devido às necessidades de alojamento dos viajantes, os eventos encontram as suas raízes na necessidade natural do ser humano em socializar. Através da evolução socioeconómica das sociedades tanto os eventos como a hotelaria evoluíram desde as suas formas incipientes, até aos actuais modelos, que como é possível actualmente observar apresentam variadas formas. O objecto deste estudo centrou-se na verificação da importância dos eventos para a hotelaria, nomeadamente para os hotéis de cinco estrelas que constituíram o universo observável desta realidade. Para a realização deste estudo foi utilizada a metodologia de pesquisa proposta por Quivy e Champenhoudt (2008), tendo por base uma pesquisa bibliográfica e as entrevistas realizadas junto de unidades hoteleiras da cidade de Lisboa e de empresas de eventos portuguesas. A metodologia aplicada permitiu observar qual a importância atribuída pelas unidades hoteleiras aos eventos e a sua repercussão na divulgação, promoção e estrutura financeira das unidades incluídas no estudo, revelando estas que consideram, na sua maioria, os eventos mais importantes em termos financeiros que o Food and Beverage (F&B). Cônscios da importância e poder dos eventos, os hotéis consideram-nos como uma importante forma de impulsionar os seus resultados financeiros e como uma estratégia de marketing e publicidade. Apesar da consciencialização dos hoteleiros para a importância dos eventos, a falta de dimensão e o branding dos eventos são duas limitações identificadas pelos hoteleiros, para a sua realização nos espaços que têm disponíveis. Esta opinião é igualmente partilhada pelos organizadores de eventos entrevistados que, apesar de considerarem os hotéis como um venue de excelência ao concentrarem em si todas as valências indispensáveis à organização de eventos, referem as limitações estruturais e de capacidade, a falta de formação específica do staff dos hotéis, a dificuldade em O segmento de mercado MICE nos hotéis de luxo em Lisboa 4 acompanhar o mercado, como os maiores entraves à escolha das unidades hoteleiras como venue. Estes aspectos levam, também, os organizadores de eventos a considerarem os hotéis como meros agentes prestadores de serviços. Relativamente à capacidade competitiva de Lisboa e das suas unidades hoteleiras denota-se um deficit de infra-estruturas, quando comparado com as principais cidades europeias concorrentes, Barcelona e Paris. Estas cidades apresentam diversos venues que permitem realizar eventos de média e grande dimensão. Em contraposição observou-se que em Lisboa o maior centro de congressos não permite a organização além da média dimensão. No que concerne à oferta hoteleira, a capital portuguesa é novamente suplantada pelas suas congéneres europeias, apresentando mesmo, em muitos casos, dificuldades logísticas na realização de médios eventos. Em suma, a evolução dos eventos e da hotelaria conduziram a uma junção destas duas actividades, com os hotéis a tomarem consciência da importância dos eventos, o que se reflecte na noção de que os eventos, no universo em estudo, apresentam uma maior importância em termos financeiros que o tradicional F&B. No entanto, embora Lisboa esteja bem posicionada no ranking das cidades onde os melhores eventos têm lugar (Rosa 2008), a falta de infra-estruturas ao nível dos veneus limita a capacidade competitiva da cidade, nomeadamente ao nível dos eventos de grande dimensão.

The hospitality and the events are two activities that go back to the beginning of civilization, although in its origins are different needs and desires. While the hospitality arises due to the accommodation needs of travelers, the meeting industry rooted in the natural human need to socialize. Through socio-economic development of societies both events and hotels have evolved from its incipient forms up to the current models that can be observed. The purpose of this study was to verify the importance of events for the hospitality industry, especially for five-star hotels which were the observable universe of this reality. For this study was used the research methodology proposed by Quivy (2008), based on a literature search and interviews with Lisbon five stars hotels and Portuguese events managers. The applied methodology allowed to observe how important the events are to the hotels financial structure, and its impacts on the advertising and promotional strategies of the units included in the study, with the majority of them, revealing that the events are more important, in financial terms, that the F&B. The importance and the power of the events is expressed by hoteliers, as they consider them as an important way to boost its financial performance and as a good marketing and advertising strategy. Despite the hotelier’s awareness of the importance of the events, the lack of size and the branding of the event are two limitations identified by hoteliers, to realization in the hotel’s available spaces. This view is also shared by the interviewed events manager’s, although they consider the hotels as an excellence venue, because they concentrate on themselves all the needs of the events manager’s (Catering, accommodation and events rooms), they refer that the structural and capacity limitations, the hotel staff lack of specific training and the difficulty in following the market needs, are the biggest barriers to chose the hotels as venues. These aspects also lead the events managers to consider the hotels only as service agents. O segmento de mercado MICE nos hotéis de luxo em Lisboa 6 Regarding the competitive capacity of Lisbon and its hotels units display a infrastructure deficit, when compared with its main competing cities, Barcelona and Paris. These cities have many different venues that can hold median and large size events. In contrast Lisbon’s largest convention center can hold only median size events. In regard to the hotel industry, the portuguese capital is again overtaken by their European counterparts, even showing difficulty in accommodating mid size events. In short, the evolution of the events and hotel industries led to the combination of these two activities, whit the hotel recognizing the events importance, which is reflected in the notion, given by the universe in study, the events department is more have more financial importance that the traditional F&B department. Although Lisbon is well positioned in cities where the best MICE events take place ranking (Rosa, 2008), the lack of venues infrastructures restrict the city competitive ability, especially regarding to large size events.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Everard, João Nuno Vicente de Lara
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents