Document details

Uniformizar para consolidar na área estratégica da saúde : o novo sistema de classificação e cotação adotado na Biblioteca da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa

Author(s): Lopes, Silvia ; Pinheiro, Cristina ; Dinis, Ana Novas ; Campos, Isabel

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/28502

Origin: Associação Portuguesa de Documentação e Informação de Saúde

Subject(s): Sistema de classificação; Sistema de cotação; Organização da coleção


Description

Introdução – Os sistemas de classificação e de cotação permitem, respetivamente, formalizar as noções contidas nos documentos com as expressões de pesquisa de informação, a organização física das coleções e a fácil e rápida localização das obras no espaço da Biblioteca1- 2. As bibliotecas com informação especializada e em livre acesso adotam muitas vezes o sistema de cotação alfanumérico associado ao sistema de classificação (cotação sistemática). A Classificação Sistemática do CNRS – Centre National de la Recherche Scientifique –, com uma secção específica da área da Farmácia que melhor corresponderia às necessidades de então (1979), serviu de base ao sistema de classificação adotado na Biblioteca da Faculdade de Farmácia da Universidade de Lisboa (FFULisboa)3. A evolução rápida das ciências e as descobertas científicas inerentes, as novas áreas temáticas e as diversas atualizações nos currículos do curso de Ciências Farmacêuticas tornaram o sistema anterior obsoleto, levando a equipa a equacionar a adoção de um novo sistema. Objetivo – Com a alteração dos sistemas de classificação e cotação pretende-se uma organização lógica, adequada à área científica das ciências farmacêuticas que permita maior autonomia do utilizador. Métodos – Identificadas as fragilidades dos sistemas utilizados, procedeu-se ao levantamento dos sistemas de classificação e cotação mais utilizados na área da saúde e nas bibliotecas da área estratégica da saúde da ULisboa. Dada a proximidade das áreas temáticas com as da Faculdade de Medicina da ULisboa (FMULisboa) e dado que as bibliotecas servem os mesmos públicos, os sistemas de classificação e cotação selecionados foram o da U.S. National Library of Medicine (NLM)4 complementados pela classificação da Library of Congress (LC)5. O planeamento do trabalho, a concluir antes do início do ano letivo 2016/2017, implicou desenhar a estrutura das novas cotas, criar uma tabela de conversão entre os sistemas de classificação e aquisição dos materiais. Por questões logísticas, iniciou-se a alteração dos sistemas de classificação e cotação pelas obras de referência e provas académicas. A alteração das obras da sala de leitura geral far-se-á de forma faseada. Primeiramente proceder-se-á à atribuição das novas classificações no interior da obra e livro de registo. A colocação das novas cotas, a alteração no catálogo bibliográfico e reorganização da sala de leitura, far-se-á no final do ano letivo 2015/2016 (férias curriculares do verão). Resultados – As alterações já efetuadas permitem-nos verificar a aceitação do novo modelo pelos utilizadores, identificando-o com o existente na biblioteca da FMULisboa e com a facilidade em localizar quer as secções quer as obras. Para a equipa técnica, as principais vantagens são a fácil identificação do nº exato de obras, a simplificação da arrumação das espécies e a facilidade em prever o crescimento das secções/áreas temáticas. Considerações finais – Os resultados obtidos com as alterações já realizadas demonstram que o novo sistema de classificação e cotação adotado corresponde inteiramente aos objetivos previamente definidos e que nortearam a nossa decisão, tendo em vista a uniformização e consolidação das linguagens documentais (sistemas de indexação, classificação e cotação) para as bibliotecas da área estratégica da saúde na Universidade de Lisboa.

Document Type Conference object
Language Portuguese
Contributor(s) Lopes, Silvia; Pinheiro, Cristina; Dinis, Ana Novas; Campos, Isabel
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents