Document details

Estudo do DNA mitocondrial de um grupo de imigrantes oriundos de Cabo Verde residentes em Lisboa: contributo para o conhecimento da origem e evolução da população de um território integrado no ex-Império Colonial Português durante 500 anos

Author(s): Morais, Paulo Jorge Sampaio

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/5105

Origin: Egas Moniz - Cooperativa de Ensino Superior, CRL

Subject(s): DNA mitocondrial; Genética populacional


Description

O DNA mitocondrial apresenta características particulares, tais como um elevado número de cópias por célula, herança uniparental materna, elevada taxa de mutação e ausência de recombinação, que permitem a sua utilização na clarificação da origem e evolução das populações humanas. O objetivo deste estudo foi obter informação sobre a origem, em termos genéticos, da população imigrante de Cabo Verde residente atualmente em Lisboa. Para tal procedeu-se à construção de uma base de dados de DNA mitocondrial de forma a caracterizar a diversidade genética de 103 imigrantes oriundos de Cabo Verde, residentes em Lisboa. A região controlo do DNA mitocondrial foi amplificada e sequenciada, entre as posições 16024 e 576, utilizando dois pares de primers (L15997/H016 e L1655/H599). As sequências obtidas foram inseridas na base de dados de DNA mitocondrial com maior relevância na área das Ciências Forenses, a EDNAP Forensic mtDNA Population Database - EMPOP. A análise da região controlo revelou elevada variabilidade genética, com elevada frequência de haplótipos únicos. A maioria das sequências de DNA mitocondrial corresponde a haplogrupos característicos de populações africanas. Uma pequena minoria corresponde a haplogrupos euroasiáticos. Os resultados obtidos são semelhantes aos resultados alcançados em estudos anteriores sobre a origem e evolução da população de Cabo Verde, o que sugere que a composição genética da população imigrante de Cabo Verde a residir atualmente em Lisboa é representativa da composição genética do arquipélago. Os resultados obtidos não contradizem a versão histórica da colonização do arquipélago de Cabo Verde, segundo a qual a referida colonização envolveu escravas africanas e indivíduos portugueses do sexo masculino, mobilizados à altura para a ex-colónia.

Dissertação para obtenção do grau de Mestre em Biologia Molecular em Saúde

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Amorim, António; Costa, Heloísa Afonso
Contributor(s) Morais, Paulo Jorge Sampaio
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo