Document details

Auditoria forense

Author(s): Silva, Gonçalo José Santos

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/5858

Origin: Instituto Politécnico de Tomar

Subject(s): Auditoria forense; Diferenças de espetativas; Triângulo da fraude; Lei Sarbanes-Oxley


Description

A fraude é uma realidade da vida das empresas e dos serviços, quer em Portugal, quer a nível global, com a qual têm que lidar e contra a qual têm que lutar. As instituições e a sociedade tendem a responsabilizar a deteção e a prevenção aos auditores, mesmo não se encontrando estes, aptos a desenvolver tais tarefas. Deparamos com a audit expectation gap (diferença de expetativas em relação à auditoria) que tem levado os interessados e as entidades responsáveis a repensar os papéis dos auditores internos e dos auditores externos. Poderemos afirmar que a génese da auditoria forense assenta em dois vectores, i.e., quer na diferença de expetativas anteriormente referida, quer por outro lado na especialização cada vez maior da auditoria financeira. Verificamos que em Portugal, o XVIII Governo Constitucional deu continuidade ao plano de combate à corrupção e à fraude e evasão fiscais, embora um conjunto de lacunas continue por preencher e um longo caminho continue por percorrer no âmbito de um país mais equitativo e justo.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Bruno, José Machado de Almeida
Contributor(s) Silva, Gonçalo José Santos
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents