Document details

A promoção do autocuidado de doentes internados em psiquiatria forense como contributo para o seu processo reabilitativo : contributos do enfermeiro especialista em saúde mental e psiquiatria, para a promoção do autocuidado e da saúde mental.

Author(s): Silva, Céu da Conceição Rito da

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/6275

Origin: Instituto Politécnico de Setúbal

Subject(s): Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria; Psiquiatria Forense; Reabilitação psicossocial; Autocuidado; Psicoeducação; Metodologia de projeto; Mental Health Nursing; Forensic Psychiatry; Psychosocial rehabilitation; Self-Care; Psychoeducation; Project methodology


Description

A saúde mental, de acordo com a OMS, é fundamental e básica para a saúde global da população. A psiquiatria forense é uma realidade atual mas a institucionalização, assim como a cronicidade da doença mental, são aspetos pouco favoráveis na recuperação destes doentes tornando-se fundamental que seja estabelecido com eles precocemente um plano reabilitativo para uma integração social com sucesso. O trabalho aqui exposto apresenta um projeto de intervenção no serviço e o processo desenvolvido para aquisição das competências de Mestre em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria. O projeto de intervenção foi desenvolvido num serviço de psiquiatria forense e tem como objetivos promover o autocuidado dos doentes e incentivar à reflexão. Foi aplicada metodologia de projeto. Identificou-se como problemática a necessidade de medidas reabilitativas para promoção da saúde e futura integração social destes doentes e como prioridade a prestação de cuidados de enfermagem dirigidos à promoção do autocuidado destes envolvendo-os na sua recuperação. A Pergunta de partida foi: Quais são as necessidades de autocuidado dos doentes do serviço de psiquiatria forense, como contributo para o seu processo de reabilitação, que são sensíveis aos cuidados de enfermagem? O diagnóstico foi feito através do olhar dos enfermeiros do serviço. A intervenção debruçou-se sobre um grupo de doentes pré-selecionados com o qual foram realizadas sessões psicoeducativas. Nos resultados verificou-se adesão dos doentes, aumento do relacionamento interpessoal, entusiasmo em aprender e progressivo interesse pelo autocuidado. Concluiu-se que necessidades de autocuidado como alimentação, higiene e vestuário, compreensão da doença e adesão terapêutica são sensíveis aos cuidados de enfermagem. Este processo permitiu também o desenvolvimento das competências de Mestre em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica. Pretende-se que este artigo contribua para a promoção do autocuidado e processo reabilitativo dos doentes em psiquiatria forense, favoreça a discussão, o aumento de conhecimentos e melhoria na intervenção em saúde mental.

Abstract: The mental health according to the WHO (World Health Organization) is fundamental and basic to the population’s global health. The forensic psychiatry is a current reality but the institutionalization, as well as the chronicity of the mental disease are less favourable aspects in the recovery of patients becoming crucial to establish early with them a rehabilitation plan for a successful social integration. This assignment presents an intervention project in the service and the process developed for acquiring the skills of Master in Science in Mental Health Nursing and Psychiatry. The intervention project was developed in a forensic psychiatric service and aims to promote the patients’ self-care and encourage reflection. Project methodology was applied. It was identified as problematic the need for rehabilitative measures for health promotion and future social integration of these patients and as priority the provision of nursing care directed to promote their self-care, involving them in their own recovery. The starting question was: What are the self-care needs of patients of the forensic psychiatry service, as contribute to their rehabilitation process that is sensitive to nursing care? The diagnosis was made through the eyes of the service’s nurses. The intervention focused on a pre-selected group of patients with whom psychoeducation sessions were held. In the results was verified the adhesion of the patients, progression in the interpersonal relationship, learning enthusiasm and progressive interest in self-care. It follows that self-care needs such as feeding, hygiene and clothing, understanding of the disease and therapeutic adherence are sensitive to nursing care. This process also allowed the development of the skills of Master in Science in Mental Health Nursing and Psychiatry. It is intended that this article contributes to promote self-care and rehabilitation process of patients in forensic psychiatry, favours debate, increases knowledge and improves the intervention in mental health.

Dissertação apresentada para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de mestre em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Lopes, Joaquim
Contributor(s) Silva, Céu da Conceição Rito da
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents