Document details

Intervenções de enfermagem na pessoa com sintomatologia depressiva

Author(s): Serra, Sandra

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/6745

Origin: Instituto Politécnico de Setúbal

Subject(s): Cuidar; Depressão; Técnica Relaxamento; Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria; Metodologia de Projeto; Care; Depression; Relaxation Technique; Mental Health and Psychiatric Nursing; Project Methodology


Description

A Direção Geral de Saúde (2003) refere que a depressão clínica é uma das principais morbilidades psiquiátricas da pessoa com doença oncológica. Para além do sofrimento pessoal e familiar intenso, a depressão clínica apresenta um impacto significativo na modulação da dor e está igualmente implicada no aumento do suicídio. A depressão pode afetar pessoas de todas as idades, desde a infância à terceira idade. Sendo a principal causa de incapacidades e a segunda causa de perda de anos de vida saudáveis entre as 107 doenças e problemas de saúde mais relevantes. A depressão encontra-se reconhecida no Plano Nacional de Saúde 2000-2010 como um problema primordial de saúde pública. O tratamento da depressão é realizado através de terapêutica farmacológica, de intervenções psicoterapêuticas ou da complementação de ambas. Existem no entanto, outras técnicas que complementam o tratamento da depressão nomeadamente, a técnica de relaxamento progressivo de Jacobson. O relaxamento engloba algumas técnicas responsáveis por promover um estado de equilíbrio da ansiedade e da tensão muscular, oferecendo alternativas de como lidar com o stress e com as alterações somático-mentais. As técnicas psicoterapêuticas ocupam hoje um lugar de destaque na área da saúde porque dão ao Homem uma visão holística de si próprio, levam o indivíduo a refletir sobre todos os aspetos pessoais para viver mais harmoniosamente, proporcionando o crescimento e desenvolvimento pessoal. Os enfermeiros devem estar atentos aos aspetos psicológicos e ter formação especializada que lhes permita intervir de forma adequada junto da pessoa e da família, requisitos fundamentais para a prestação de cuidados de qualidade e excelência.

Abstract: The Directorate-General of Health (2003) states that clinical depression is one of the main psychiatric morbidities of the oncological patient. Beyond the intense personal and family suffering, clinical depression has a significant impact on the modulation of pain and is equally related to the increase of suicide. Depression may affect people of all ages, from infancy through old age. Being the leading cause of disability and the second leading cause of loss of healthy life years among the most relevant 107 diseases and health issues, depression is recognized in the National Health Plan 2000-2010 as a primary problem of public health. The treatment of depression is conducted by means of pharmacological therapy, psychotherapeutic interventions, or the supplementation of both. There are, however, other techniques that complement the treatment of depression, namely Jacobson’s progressive relaxation technique. Relaxation involves some techniques that promote a balanced state of anxiety and muscle tension, thus offering alternatives for dealing with stress and somatic-mental changes. Psychotherapeutic techniques have nowadays a prominent place in the field of health care because they give mankind a holistic view of itself, leading the individual to reflect on all personal aspects to live more harmoniously, thus generating personal growth and development. Nurses must be attentive to psychological aspects and possess specialized training that enables them to intervene adequately close to the person and the family, fundamental requirements for providing care of quality and excellence.

Relatório do Trabalho de Projeto realizado no âmbito do 2º Mestrado em Enfermagem Saúde Mental e Psiquiatria

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Ramos, Lino
Contributor(s) Serra, Sandra
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents