Document details

Competências do enfermeiro de reabilitação com doentes dependentes no autocuidado em cuidados intensivos

Author(s): Pereira, José Alberto

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/9340

Origin: Escola Superior de Enfermagem do Porto

Subject(s): Enfermeiro de reabilitação; Unidade de cuidados intensivos


Description

O presente estudo teve como objetivo conhecer as competências do enfermeiro de reabilitação com doentes dependentes no autocuidado em cuidados intensivos de um hospital central da região norte de Portugal, a partir do relato das experiências dos enfermeiros. Optou-se por um estudo exploratório descritivo com uma abordagem qualitativa. A amostra foi não probabilística intencional, constituída por nove enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação, sendo sete do sexo feminino e dois do sexo masculino, com uma média de idade de 37 anos. Relativamente à experiência profissional apresentavam uma média de 14 anos e uma média de 3 anos em relação à especialidade de reabilitação. Desta forma pretendia-se que se aproximassem do nível de competência de perito definido por Benner (2005). Para a recolha de dados optou-se pela entrevista semiestruturada e para o tratamento dos dados efetuamos a análise de conteúdo. A finalidade deste estudo consiste em compreender as competências do enfermeiro de reabilitação em contexto de trabalho e perceber a influência do contexto da prática, da trajetória pessoal e profissional na construção dos saberes de forma a contribuir para uma melhor prática de cuidados de enfermagem de reabilitação. No decurso do trabalho emergiram cinco unidades de análise: atitudes no desenvolvimento profissional; mecanismo de reação às situações stressantes ou emotivas; processo formativo; fatores de desenvolvimento de competências e fundamentação dos saberes. Das conclusões a que chegamos destacamos que os enfermeiros manifestam dificuldades relacionadas com recursos materiais e humanos e alguma falta de segurança ao iniciarem funções como especialistas. Demonstram também desmotivação relacionada com a não valorização do trabalho do enfermeiro especialista por parte da chefia. Recorrem frequentemente a estratégias de coping como mecanismo de reação a situações stressantes ou emotivas. Por outro lado, consideram o trabalho em equipa como a melhor forma de dar visibilidade aos cuidados prestados. Apesar de possuírem apenas experiência académica na área de investigação, reconhecem a importância desta no desenvolvimento profissional. VI A ação do enfermeiro de reabilitação é enquadrada essencialmente no sistema de enfermagem totalmente compensatório e no sistema de apoio-educação. A atuação do enfermeiro de reabilitação numa UCI é considerada fundamental na reabilitação funcional motora, nomeadamente no levante precoce e na cinesiterapia respiratória dos quais advêm ganhos em saúde.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Pereira, José Alberto
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents