Document details

Mulheres submetidas a cirurgia da mama : importância de um programa de intervenção de enfermagem de reabilitação

Author(s): Rodrigues, Tânia Marisa

Date: 2012

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/9356

Origin: Escola Superior de Enfermagem do Porto

Subject(s): Mulheres com cancro da mama; Reabilitação


Description

O cancro da mama é uma das doenças com maior impacto na nossa sociedade, não só por ser frequente e, muitas vezes, associado a uma imagem de gravidade, mas essencialmente porque atinge e agride um órgão cheio de simbolismo, na maternidade e na feminilidade. É o cancro com maior taxa de incidência em Portugal (Portal de Oncologia Português, 2011). O presente estudo tem como objetivo: compreender a importância da implementação de um programa de intervenção à mulher submetida a esvaziamento axilar por cancro da mama em relação: ás limitações nas atividades da vida diária sentidas pela mulher antes e após o programa de intervenção; cuidados relacionados com a sensibilidade, dor, mobilidade articular e edema antes e após o programa de intervenção; Informação retida pela mulher sujeita a esvaziamento ganglionar antes e após o programa de intervenção. Aumentando os ganhos em saúde pela diminuição de internamentos, da mulher, provocados pelas alterações cirúrgicas de cancro da mama. É feita uma abordagem de natureza qualitativa com carácter descritivo-exploratório. A partir de uma população alvo constituída por mulheres sujeitas a tratamento por cancro da mama, procedemos à delimitação de um grupo específico que obedeciam a critérios por nós estabelecidos, tais como: contexto institucional (Centro Hospitalar ); mulheres com idade adulta e com capacidade de decisão autónoma; o tipo de tratamento efetuado (cirurgia á mama com disseção de nódulos linfáticos axilares); encaminhadas para consulta de Medicina Física e de Reabilitação e por último sem limitação osteoarticular instalada e não ter frequentado um programa de reabilitação. Foram realizadas entrevistas semiestruturadas a 10 mulheres, em duas fases distintas, uma primeira fase sem intervenção por parte de enfermagem de reabilitação e, numa segunda fase, após um plano de intervenção de enfermagem de reabilitação, que compreendeu uma sessão de educação para a saúde sobre medidas de redução de risco de linfedema, exercícios de reabilitação e a da massagem da cicatriz e do braço, uma vez por semana durante um mês, no domicílio das utentes. Concluiu-se que o tratamento cirúrgico do cancro da mama acarreta para a mulher uma série de consequências a nível físico e psicológico; as informações recebidas sobre a cirurgia, vigilância de saúde e para a continuidade de cuidados, ficaram mais explícitas após a intervenção de enfermagem de reabilitação; as mulheres adquiriram uma série de conhecimentos e de habilidades relativas à ferida cirúrgica e aos exercícios com o braço, foi estabelecida uma relação de ajuda empática, que lhes permitiu expressar os seus sentimentos face à sua situação; fizeram referência a informações/orientações recomendadas pelos enfermeiros no sentido de estarem advertidas sobre as complicações que podem decorrer em função do tratamento cirúrgico e outros tratamentos adjuvantes. Deste modo, as suas respostas sugeriram aumento de ganhos em saúde pela diminuição de internamentos provocados pelas alterações cirúrgicas. Sugere-se uma participação mais ativa dos enfermeiros e dos enfermeiros especialistas em enfermagem de reabilitação em todo o processo de aquisição de habilidades/capacidades da mulher sujeita a cirurgia da mama; a sua preparação para a alta e o regresso ao domicílio devem ser preparados por uma equipa interdisciplinar. Deve apostar-se no ensino de exercícios que estas devem desenvolver para que se tornem capazes de gerir com toda a autonomia e empowerment o seu processo de saúde e bem-estar.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Rodrigues, Tânia Marisa
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents