Document details

Revisão integrativa da literatura sobre o fenómeno "dor" : um contributo para o desenvolvimento de um modelo clínico de dados em enfermagem

Author(s): Magalhães, Sara Alexandra

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/9407

Origin: Escola Superior de Enfermagem do Porto

Subject(s): Dor; Sistemas Informação em enfermagem


Description

Resumo A dor é um problema de saúde grave, que interfere com a qualidade de vida e que, dada a sua relevância na prática clínica de enfermagem, importa estudar para desenvolver conhecimento e melhorar a atuação dos enfermeiros. A dor viu a sua importância reconhecida ao ser considerada como o 5º sinal vital, o que acresceu ainda mais a necessidade de aprofundar o seu estudo. Este estudo tem como objetivos: identificar os conceitos e termos necessários à descrição dos Diagnósticos de Enfermagem que tomam por foco a “dor”; tendo como finalidade contribuir para a definição e o desenvolvimento de Modelos Clínicos de Dados em Enfermagem centrados na problemática da dor. A necessidade de desenvolver Modelos Clínicos de Dados prende-se com a urgência em melhorar a qualidade dos dados a utilizar e reutilizar nas tecnologias de informação e comunicação. Foi realizada uma revisão integrativa da literatura através de uma pesquisa em cinco bases de dados (CINAHL,MEDLINE, MedicLatina, Cochrane Central Register of Controlled Trials e Cochrane Database of Systematic Reviews), utilizando os seguintes critérios de inclusão: em português, inglês e espanhol; resumos ou textos completos de acesso gratuito; publicação de 01/01/2002 a 31/12/2012; que incluam no título (TI), resumo (AB), exact major subject heading (MM), exact subject heading (MH) ou subject terms (SU), os descritores: nursing, *pain*, headache, dysmenorrhea, premenstrual syndrome, trochanteric bursitis, dyspareunia, sciatica, suffering e*algesia*. Todas as categorias de artigo, em seres humanos adultos. Emergiram três dimensões associadas ao diagnóstico dor: crenças, autoimagem e autocontrolo. Essas dimensões influenciam a dor e são igualmente influenciadas por ela. No conceito dor foram identificadas oito dimensões: fisiológica, afetiva, cognitiva, comportamental, sensorial, sociocultural, psicológica e espiritual. A expressão e manifestação da dor podem-se obter através de Indicadores Comportamentais: vocalizações/verbalizações, expressões faciais e expressões corporais; e por Indicadores Fisiológicos associados a três processos corporais: processo do sistema circulatório, processo do sistema respiratório e processo do sistema gastrointestinal. A dor tem impacte na qualidade do sono, no domínio psicossocial e espiritual. A escolha do instrumento de avaliação deve ser adequada ao tipo de dor, à idade do doente e à sua situação clínica, devendo usar-se preferencialmente as escalas de autorrelato. Nos doentes com alterações cognitivas VIII e/ou com incapacidade de comunicação e nas crianças pré-verbais a avaliação da dor passa pelo uso de escalas de heteroavaliação. O estudo é demonstrativo de que os conceitos e termos constantes da CIPE são suficientes para uma descrição completa e abrangente dos diagnósticos de enfermagem relacionados com a dor e que emergem desta revisão integrativa, ainda que as suas limitações, como a amostra, não permitam a sua afirmação inequívoca. Apesar de se considerar necessária a realização de outros estudos similares e complementares a este, bem como uma análise à documentação em uso nas instituições que utilizam a linguagem classificada CIPE, é possível afirmar que se conseguiu dar um contributo para a construção de Modelos Clínicos de dados em Enfermagem.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Marques, Paulo Alexandre
Contributor(s) Magalhães, Sara Alexandra
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents