Document details

Aquisição de competências : contributos de uma revisão integrativa sobre a amniotomia precoce para a gestão do primeiro período de trabalho de parto

Author(s): Nogueiro, Elisabete Palmira

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.26/9724

Origin: Escola Superior de Enfermagem do Porto

Subject(s): Amniotomia; Trabalho de parto


Description

A exposição deste relatório tem como objetivo descrever as atividades desenvolvidas durante o Estágio: gravidez, trabalho de parto e pós-parto, com vista à aquisição e desenvolvimento de competências específicas em enfermagem de saúde materna e obstétrica com base nas competências definidas pela Ordem dos Enfermeiros. Visa também, refletir o desenvolvimento de todo este processo de formação, construído a partir de um encadeamento de reflexão na ação nas várias áreas de intervenção e na evidência científica. O processo de aquisição de competências refletiu-se na implementação do processo de cuidados orientado às respostas humanas da mulher e família nas áreas de intervenção em análise, para o qual foi indubitavelmente necessário mobilizar competências de ordem técnico científica, relacional, pessoal, ética e moral tendo em vista a sua assistência integral. No decorrer deste processo formativo, constatou-se que a prática da amniotomia precoce está relacionada com a intenção de promover a evolução do trabalho de parto. Contudo, esta conduta no trabalho de parto espontâneo não é considerada pertinente pela Organização Mundial de Saúde, sendo questionada também na literatura em virtude do seu caráter interventivo e potencialidade para efeitos adversos no trabalho de parto, no feto e no recém-nascido. Neste sentido foi então realizada uma revisão integrativa da literatura sobre os efeitos da amniotomia precoce, no trabalho de parto, no tipo de parto e no estado fetal e neonatal, no sentido de reunir conhecimento atual acerca desta temática e apoiar a tomada de decisão na prática, já que o enfermeiro especialista deve promover um parto saudável, evitando condutas desnecessárias ou de risco para mãe e para o feto. Os resultados desta revisão integrativa evidenciam que a amniotomia precoce reduz a duração do trabalho de parto em média uma hora, mas aumenta o risco de parto por cesariana. As sugestões desta revisão integrativa despertam os profissionais de saúde a ponderar a realização da amniotomia precoce durante o trabalho de parto espontâneo, à semelhança do que é recomendado pela Organização Mundial de Saúde.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Nogueiro, Elisabete Palmira
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo