Document details

A participação portuguesa na Sociedade das Nações (1920-1939): representantes nacionais e funcionários internacionais

Author(s): Branco, Teresa Gomes

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10174/10807

Origin: Repositório Científico da Universidade de Évora

Subject(s): Sociedade das Nações; Organização internacional; Segurança colectiva; Transnacionalismo; Funcionários internacionais; Portugal e a SDN


Description

Portugal foi um dos Estados-Membros da primeira organização de carácter verdadeiramente internacional, de expressão mundial, a Sociedade das Nações. Esta organização, assim como a presença portuguesa na mesma, vigorou entre 1920 e 1945, ainda que desde o início da II Guerra Mundial a sua actividade tenha diminuído substancialmente. Contribuindo para o estudo da Sociedade das Nações, com este trabalho pretendese detalhar a composição e dimensão da organização, aprofundando o conhecimento das competências dos diferentes órgãos que a compõem, salientando os seus elementos de novidade e que, mais tarde, serviram de exemplo à criação da Organização das Nações Unidas. Não reduzir a Sociedade das Nações a um exemplo, fracassado, da acção da primeira organização internacional é uma das premissas que se irá fundamentar ao longo do trabalho. É na sua dimensão transnacional que mais se destaca a inovação, e até sucesso, da Sociedade das Nações, protagonizada pelo órgão administrativo da organização, o Secretariado, cujos funcionários, internacionais, se distanciam, recorrendo a diferentes critérios, dos representantes governamentais, nacionais. Neste trabalho encontraremos ainda caracterizadas as instituições portuguesas que se relacionam com a organização, e sua composição, exemplificando-se a distinção entre a representação nacional e o funcionalismo internacional; ### Abstract: Portugal was one of the State Members of the first organization that was truly international, with world expression, the League of Nations. This organization, as well as the Portuguese presence, carried on between 1920 and 1945, though since the beginning of World War II its activity decreased substantially. Adding to research regarding the League of Nations, this study has the intention to detail the composition and dimension of the organization, deepening the knowledge of the competences of the different organs, emphasizing its new elements, which later on were used as an example to create the United Nations. This study has no intention to consider the first international organization, the League of Nations, as a failure. It is in its transnational dimension that innovation and success are highlighted, carried out by the Secretariat, whose international civil servants distance themselves and call upon different criteria from national government representatives. In this study, the Portuguese institutions that were related to the organization will also be characterized, mentioning their composition and exemplifying the distinction between national representation and international functionalism.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Fonseca, Helder Adegar
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents