Document details

Estrutura etária e crescimento das populações invasoras da rã Xenopus laevis em Portugal: um estudo esqueletocronológico

Author(s): Ferreira, Ana Catarina Oliveira

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10174/12122

Origin: Repositório Científico da Universidade de Évora

Subject(s): Xenopus laevis; Esqueletocronologia; Crescimento; Estrutura etária; Xenopus laevis; Skeletochronology; Growth; Age structure; Longevity


Description

Há duas populações invasoras da rã Xenopus laevis em Portugal, nas ribeiras da Laje e de Barcarena, em Oeiras. Aparentemente essas duas populações estão isoladas entre si. Estudou-se a documentada diferença de tamanhos das rãs entre as duas ribeiras, usando a esqueletocronologia para avaliar a estrutura etária, longevidade e crescimento delas. A população da ribª da Laje está envelhecida, pois as rãs apresentam maiores valores de tamanho corporal, idade e maturação sexual mais tardia nas fêmeas. Na ribª de Barcarena há uma estrutura etária jovem, com valores menores de tamanho e idade. Isto sugere que a ribª Barcarena pode ter boas condições de reprodução, mas piores condições de sobrevivência de adultos, ao contrário da ribª Laje. Aqui a estrutura etária está envelhecida, porventura em resultado da anterior campanha de erradicação de rãs. Porém, tais resultados também poderão ser justificáveis em face das diferenças nas condições ambientais vigentes nas ribeiras; ### Age structure and growth of invasive populations of the frog Xenopus laevis in Portugal: a skeletochronological approach 2. Abstract: There are two populations of Xenopus laevis in Portugal, living in two streams, Laje and Barcarena, located in Oeiras, Portugal. Previous studies have found differences in the size of individuals of both populations. The present work intends to analyze this size difference through the analysis of the age structure, longevity and the growth of these animals, using skeletochronology. Laje’s is characterized by an aged population with higher values of individual length, age and longevity. Barcarena’s depicted a younger age structure with lower values of individual length, age and longevity. These results suggest that Barcarena may have better conditions for reproduction, but worse conditions for adult survival, while the opposite may happen in Laje. The environmental differences could explain these results, but the aged population of Laje may also be a result of the eradication program. We suggest different approaches for the continuation of the eradication program.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Rebelo, Rui Miguel Borges Sampaio e; Sousa, Paulo Alexandre da Cunha e Sá de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents