Document details

A vivência do idoso institucionalizado

Author(s): Simões, Sandra

Date: 2011

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10174/14158

Origin: Repositório Científico da Universidade de Évora

Subject(s): Vivência; Idoso; Institucionalização


Description

No contexto da problemática do envelhecimento, da pessoa idosa e do seu lugar numa sociedade em constante mudança e com profundas alterações, surge a institucionalização, não como um ideal, mas como uma resposta às necessidades da sociedade actual. Escutá-la na voz dos que a vivenciam, os idosos, é uma tentativa, não só de compreendê-la, como desmistificá-la, pelo que foram objectivos desta investigação compreender a vivência do idoso no processo de institucionalização, com tudo o que esta acarreta em sentimentos, expectativas, dificuldades e benefícios. Neste sentido, desenvolveu-se um estudo qualitativo de abordagem fenomenológica e carácter exploratório-descritivo, com quinze idosos institucionalizados no grande centro urbano de Lisboa, utilizada a entrevista semi-estruturada como instrumento de colheita de dados e, como recurso ao tratamento dos mesmos, a análise de conteúdo de Bardin. Nos principais resultados, para além das expectativas negativas numa fase pré-institucionalização e de sentimentos que acompanham o idoso ao longo de todo o processo de adaptação, emergiram como principais aspectos negativos da institucionalização o abandono da própria residência, a redução do contacto familiar, a partilha do espaço comum e relacionamentos conflituosos com outros residentes. Quanto aos principais aspectos positivos da institucionalização emergiram as condições habitacionais, a assistência permanente, a qualidade da alimentação, o relacionamento com pessoal técnico e auxiliar e o facto de não estar só, usufruindo de convívio social.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Mendes, Felismina
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents