Document details

A gestão da doença crónica: o caso particular da insuficiência renal crónica na região Alentejo

Author(s): Brissos, Maria Elisa Elias

Date: 2007

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10174/17291

Origin: Repositório Científico da Universidade de Évora

Subject(s): Doença crónica; Gestão da doença; Modelo de cuidados crónicos; Cuidados de saúde; Insuficiência renal crónica; Chronic disease; Disease guidance; Chronic care model; Health care; Chronic kidney failure


Description

O objetivo da presente pesquisa é a avaliação do estado atual das práticas organizacionais relacionadas com a prestação de cuidados de saúde aos doentes com Insuficiência Renal Crónica. A metodologia da pesquisa foi baseada num estudo retrospetivo por questionário que investiga hospitais e centros de saúde que integram a rede de cuidados de saúde do Serviço Nacional de Saúde (SNS) da Região Alentejo e que abordam a doença crónica objeto desta investigação. Recorrendo a um modelo de análise baseado no Modelo de Cuidados Crónicos (MCC) (cf. Guerra, 2002), incorporando nele os princípios teóricos da Gestão da Doença, foi feita uma avaliação pluridimensional de dados relacionados com as categorias essenciais do continuum de cuidados crónicos que incidem sobre a estrutura e o processo subjacentes às práticas de cuidados de saúde. Este modelo, constitui o quadro de referência conceptual que orienta a investigação e evidência as seis áreas essenciais da intervenção e avaliação do continuum de cuidados crónicos preconizados neste modelo: Organização dos cuidados de saúde, Ligações aos recursos da comunidade, Suporte à Auto-Gestão, Desenho do Sistema de Prestação, Suporte à decisão, Sistemas de Informação (Bonomi et al., 2000). Baseado nestas referências teóricas, sem negligenciar a vivência no âmbito da minha atividade profissional, colocou-se como hipótese que “Os diferentes grupos profissionais (médicos e enfermeiros) tem perspetivas semelhantes sobre a gestão da doença crónica no caso particular da Insuficiência Renal Crónica”. Recorrendo à análise quantitativa dos dados, com técnicas estatísticas descritiva e inferencial para a análise dos mesmos, entre os quais testes paramétricos para a análise das diferenças de médias respeitantes às seis categorias do questionário, tendo em conta o grupo profissional e as sub-regiões incluídas no estudo. Em face dos resultados alcançados conclui-se a inexistência da GD, tornando-se necessária e urgente a revisão do atual modelo de cuidados, já que o estudo demonstrou que o mesmo é inadequado para responder às necessidades do IRC. /ABSTRACT - The purpose of this research is to evaluate the current state of organizational practises related with health care to patients with Chronic Kidney Failure. The research methodology was based on a retrospective survey by questionnaire that analyses hospitals and health centers included in the health care network of the Alentejo region SNS (National Health Service), which approach the chronic disease under present research. Taking a model of analysis based on the Chronic Care Model (MCC) (cf. Guerra, 2002), merging the theoretical principles of Disease Guidance, a multidimensional evaluation has been made for data related with the essential categories of the chronic care continuum, which influence the structure and process underlying health care practices. Such model establishes the conceptual reference view that guides the research and demonstrates the 6 essential areas of interference and evaluation of the chronic care continuum preconized in this model: Health Care organization, Connection to the community resources, Self-Guidance support, Assistance System Design, Support to the decision, Information Systems (Bonomi et al., 2000). Based on these theoretical references and on the experience of my professional activity, following assumption arose: “The several Professional groups (doctors and nurses) have similar views over the chronic disease guidance in the particular case of Chronic Kidney Failure”. Taking the descriptive method with quantitive data analysis, descriptive and inferential statistics methods have been used for the same analysis, as well as parametric tests for analysis of the differences of averages regarding the 6 categories in the questionnaire, considering the professional group and sub-regions included in the survey. Facing respective results, ones conclude the inexistence of GD (Disease Guidance) and the urgent need to review the current care model, as the survey demonstrated such model does not comply with the IRC (Chronic Kidney Failure Patients) needs.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Silva, Carlos Alberto da
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo