Document details

Contributo para o estudo do regime térmico da região sul de Portugal Continental

Author(s): Eliseu, Eduardo Ekungu

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10174/18404

Origin: Repositório Científico da Universidade de Évora

Subject(s): Densidade de fluxo de calor; Gradiente geotérmico; Condutividade térmica; Portugal Continental; Heat flow density; Geothermal gradient; Thermal conductivity; Mainland Portugal


Description

Desde 1980 que tem vindo a ser medidas temperaturas em furos com o objectivo de criar um mapa de densidade de fluxo de calor (DFC) à superfície e cartas da distribuição da temperatura para diferentes profundidades para a região sul de Portugal Continental. Os resultados destes estudos têm importância tanto a nível do possível aproveitamento da energia geotérmica (de baixa entalpia- águas termais; alta entalpia- para produção de energia eléctrica), como a nível do conhecimento das propriedades térmicas e reológicas da crusta e manto superior, como ainda a nível de estudos de captação de recursos hídricos subterrâneos e de processos de maturação e migração de petróleos. Com este trabalho pretende-se: (1) compilar a informação geotérmica existente para a região sul de Portugal Continental; (2) realizar novas determinações de temperatura em furos de prospecção hidrogeológica e, assim, actualizar a carta de fluxo de calor existente para o Sul de Portugal Continental; (3) obter para alguns dos furos escolhidos a densidade de fluxo de calor; (4) fazer uma interpretação preliminar dos valores da densidade de fluxo de calor obtidos para sete dos nove furos utilizados para estimar a DFC. Para os sete furos referidos a DFC foi calculada através do produto do gradiente geotérmico, calculado para cada um deles, e a condutividade térmica estimada para as formações por eles atravessadas; o gradiente geotérmico foi calculado através das diagrafias de temperatura obtidas nos furos. Para além da DFC foi também estimada a temperatura aos 500 metros de profundidade para a zona onde os furos foram realizados. Para a área de estudo, que inclui a Zona Ossa Morena (ZOM) e a Zona Sul Portuguesa (ZSP), os valores da DFC variam entre 15 e 91 mwm-2; para a ZOM os valores variam entre 15 e 80 mwm-2 e para a ZSP variam entre 61 e 91 mwm-2. Assim, de acordo com os resultados deste trabalho, a DFC apresenta e confirma um aumento médio da DFC da ZOM para a ZSP. Os resultados do trabalho poderão ser utilizados, em trabalhos futuros, para construir modelos geotérmicos para a região sul de Portugal Continental e, assim, compreender melhor o regime térmico da crusta e do manto superior nessa região; ABSTRACT: Since 1980, temperatures have been measured in boreholes in order to create a surface heat flow density (HFD) map and temperature distribution maps for different depths for the southern region of Mainland Portugal. The results of these studies are important to the possible use of geothermal energy (low enthalpy - hot springs; high enthalpy - for power production), to the knowledge of the thermal and rheological properties of the crust and upper mantle, and will be useful for studying groundwater resources and processes of maturation and migration of oil. This study aims to: (1) compile all existing geothermal information for the southern region of Mainland Portugal; (2) make new determinations of temperature in water boreholes, and so update the existing heat flow density map for southern Portugal; (3) determining the heat flow density for chosen boreholes; (4) make a preliminary interpretation of the heat flow density values obtained for seven of the nine new boreholes presented in this work. For the seven boreholes HFD was estimated by multiplying the geothermal gradient, calculated for each borehole, and the estimated thermal conductivity of the borehole geological formations; geothermal gradients were calculated from the temperature logs obtained for each borehole. Besides HFD values, temperatures at 500 m depth were also estimated for each borehole. For the study area, which includes the Ossa Morena Zone (OMZ) and the South Portuguese Zone (SPZ), heat flow density values vary from 15 to 91 mwm-2. For the OMZ heat flow density values vary from 15 to 80 mwm-2 and for the SPZ vary from 61 to 91 mwm-2. So, the HFD values show and confirm an increase from the OMZ towards the SPZ. The results of the work may be used in future work to build geothermal models for southern Portugal and so better understand the thermal regime of the crust and upper mantle in this region.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Correia, António
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents