Document details

Estrutura e processo de formação das formas culturais: o caso do cante alentejano

Author(s): Cabeça, Sónia Isabel Moreira

Date: 2016

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10174/18452

Origin: Repositório Científico da Universidade de Évora

Subject(s): Forma cultural; Estrutura; Processo de formação; Sistema normativo; Cante alentejano; Cultural form; Structure; Formation process; Normative system; Cante alentejano


Description

Qualquer sistema de práticas individualizado que se distinga aos olhos dos seus praticantes é caracterizável pela forma que assume e pelo seu conjunto de atributos. A essa forma corresponde uma moldura analítica que encontra o seu equivalente real nos actores e no modo como formulam discursos sobre as suas práticas, do qual emerge um conjunto de normas. Por conseguinte, a forma tanto é uma construção metodológica externa para a descrição do sistema e das suas condições de existência como uma realidade dinâmica, produtora de identidades culturais. Pretendemos substituir uma noção imprecisa de “forma cultural” por um conceito estruturado, definindo-a como sistema de referência que os membros de uma cultura partilham e que define e regula as produções e reproduções culturais e que comporta um elemento estruturante, um sistema normativo e uma dinâmica social. O caminho para essa conceptualização implica a aplicação do conceito a um objecto empírico, operação que realizamos ao analisar o Cante Alentejano – conjunto de maneiras de cantar observadas do Alentejo – enquanto forma cultural; Abstract: Any system of practices that can be individualized and distinguished by its practitioners can be characterized through the form it assumes and the set of its attributes. Such form corresponds to an analytical framework that has its equivalent in the real actors world and in the ways they formulate utterances about their practices, from which emerges a set of rules. Therefore, the form is both an external methodological construction needed for the system’s description and a dynamic “emic” reality that produces cultural identities. We intend to replace an inaccurate notion of "cultural form" by a structured concept. We will define it as the reference system that the members of a given culture share and that guides and regulates the cultural processes of production and reproductions of the system. The concept comprises a structural element, a normative system, and a social dynamic. The path to this conceptualization implies applying the concept to an empirical object, operation that will be held by analyzing Cante Alentejano – a set of ways of singing from Alentejo – as a cultural form.

Document Type Doctoral thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Santos, José Rodrigues dos
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents