Document details

Serão as taxas de inflação de Moçambique e da África do Sul cointegradas (1994-2015)?

Author(s): Chongo, Osório Carlos

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10174/22421

Origin: Repositório Científico da Universidade de Évora

Subject(s): Inflação; Moçambique; África do Sul; Cointegração; Causalidade; Resposta e impulso; Decomposição da variância; Inflation; Mozambique; South Africa; Cointegration; Causality; Impulse and response; Decomposition of variance


Description

O objetivo fundamental deste trabalho foi analisar a possibilidade de cointegração entre as taxas de inflação de Moçambique e da África do Sul. Atendo à natureza das variáveis utilizadas, a análise empírica consistiu na utilização de métodos de cointegração para estimar as relações de longo prazo entre as variáveis e o modelo de correção de erros. Com base nos dois modelos estimados de frequência mensal e trimestral, os resultados mostraram que as taxas de inflação de Moçambique e da África do Sul, não são cointegradas. Os preços sul-africanos apenas possuem uma relação de curto prazo com os preços de Moçambique. Porém, inflação de Moçambique possui uma relação de longo prazo com as taxas de câmbio e a expansão monetária e desta relação, notou-se que existe uma maior elasticidade da inflação moçambicana em relação a taxa de câmbio comparativamente ao stock monetário, esta que é duas vezes maior que da expansão stock monetário M2. No curto prazo, todas variáveis mostraram-se relevantes com exceção do Yr; ABSTRACT: The main objective of this work was to analyze the possibility of cointegration between the inflation rates of Mozambique and South Africa. Given the nature of the variables used, the empirical analysis consisted of the use of cointegration methods to estimate the long-term relationships between the variables and the error correction model. Based on the two models estimated monthly and quarterly frequency, the results showed that the inflation rates of Mozambique and South Africa are not cointegrated. South African prices only have a short-term relationship with Mozambique's prices. However, Mozambique's inflation has a long-term relationship with the exchange rates and the monetary expansion and of this relation, it was noticed that there is a greater elasticity of the Mozambican inflation in relation to the exchange rate compared to the monetary stock, which is two times greater than the expansion of monetary stock M2. In the short term, all variables were relevant except for Yr.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Sousa, Miguel Rocha de
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents