Document details

Controlo de projetos com a técnica EVM estocástica: impacto da incerteza no valor ganho e no valor planeado

Author(s): Pereira, Melissa Cátia da Fonseca

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.8/2623

Origin: IC-online

Subject(s): Controlo de projetos de construção; Earned value management; Incerteza; Percentagem de trabalho concluído; Simulação de monte carlo; Valor ganho; Valor planeado; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestão; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestão; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais::Economia e Gestão


Description

O setor da Engenharia Civil atravessa atualmente um período de recessão motivado pela grande pressão competitiva entre as empresas, levando à necessidade de proceder ao aperfeiçoamento dos seus sistemas de gestão. Nesse sentido, salienta-se o Earned Value Management, o qual tem ganho uma crescente relevância no âmbito da gestão de projetos, em especial, nos processos de controlo e monitorização. Todavia, se por um lado a dita metodologia tem tido grande destaque na literatura pela sua simplicidade de aplicação no controlo de projetos, por outro, a avaliação do estado de progresso dos mesmos, num dado momento de controlo, tem sido colocada em causa. A presente dissertação insere-se no âmbito desta temática, em especial, no que respeita à determinação da variável que traduz a percentagem de trabalho efetivamente realizado (PC) e a influência que poderá ter na determinação do valor ganho (EV). Os montantes orçamentados definidos na fase de planeamento (BAC) são também objeto de análise, demonstrando-se o seu caráter dúbio que poderá figurar situações onde o projeto aparenta erradamente estar fora de controlo. Para o estudo da incerteza dos valores determinados para ambas as variáveis e o seu impacto na representação do real progresso dos projetos, simularam-se vários cenários aplicados a um projeto de construção hipotético, de modo a aferir se os resultados obtidos traduziriam perspetivas muito distintas relativamente ao seu estado de desenvolvimento. A partir da simulação de inúmeras combinações possíveis associadas à incerteza nos montantes orçamentados e na percentagem de trabalho concluído, foi possível verificar que os mesmos traduziam realidades diferentes relativamente a um mesmo referencial cronológico. A determinação de EV recorrendo à tradicional técnica da percentagem de trabalho concluído parece algo limitada. Embora se destaque pela sua simplicidade de aplicação, suscita dúvidas ao nível da avaliação do progresso dos projetos. O trabalho efetuado sugere que outra atenção deve ser dada ao seu controlo, adotando uma metodologia que contemple uma perspetiva estocástica, expressando adequadamente a incerteza nos valores determinados e providenciando mais informação ao gestor acerca da realidade do projeto.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Silva, Carlos Manuel Gomes da
Contributor(s) Pereira, Melissa Cátia da Fonseca
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents