Document details

Estudo do ciclo reprodutivo do berbigão (Cerastoderma edule, Linnaeus, 1758), da Lagoa de Óbidos, Leiria Portugal

Author(s): Trindade, Ana Beatriz Gonçalves

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.8/2995

Origin: IC-online

Subject(s): Berbigão; Cerastoderma edule; Ciclo reprodutivo; Composição bioquí-mica; Índice de Condição; Lagoa de Óbidos; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Outras Engenharias e Tecnologias; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Outras Engenharias e Tecnologias; Domínio/Área Científica::Engenharia e Tecnologia::Outras Engenharias e Tecnologias


Description

O conhecimento sobre o ciclo reprodutivo do berbigão na Lagoa de Óbidos é ne-cessário e essencial para a gestão da população de modo a que as práticas das colheitas, como as temporadas fechadas, possam ser estabelecidas. Assim, o presente estudo caracte-riza o ciclo reprodutivo da espécie Cerastoderma edule na Lagoa de Óbidos (Portugal) através da análise histológica das fases de desenvolvimento das gónadas, a composição bioquímica (proteínas, glicogénio e lípidos totais) e índice de condição, durante dez meses (de setembro de 2016 a junho de 2017). Para além destes parâmetros, monitorizou-se a temperatura da água, a clorofila a e a matéria orgânica em suspensão. O ciclo reprodutivo do berbigão teve início em setembro, seguido de uma fase madura de fevereiro até abril e ocorreram dois períodos de desova, um que começa março/abril e o outro em maio/junho. O índice de condição permaneceu estável ao longo do período estudado, observa-se um aumento significativo que coincidiu com o início da gametogénese e com o maior valor da matéria orgânica em suspensão. Os ciclos de armazenamento e utilização de nutrientes traduzem-se num padrão de composição bioquímica, em que a energia acumulada é arma-zenada antes da gametogénese na forma de proteínas, glicogénio e lípidos totais. As prote-ínas foram o constituinte maioritário do tecido seco do berbigão. No glicogénio, C. edule apresentou valores elevados entre setembro e dezembro, necessários para o processo da gametogénese apresentando valores mais baixos depois das desovas. Os valores dos lípidos totais foram superiores nos meses de fevereiro e abril, que coincidiu com o início da matu-ração e início da desova, respetivamente. Esta população segue uma estratégia conservado-ra, que lhes permite uma rápida recuperação gonadal após a desova, possivelmente devido à disponibilidade de alimento. O conhecimento obtido neste estudo pode ser um contributo importantíssimo para a gestão da população de berbigão da Lagoa de Óbidos e também para o desenvolvimento futuro do cultivo desta espécie.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Baptista, Teresa Maria Coelho
Contributor(s) Trindade, Ana Beatriz Gonçalves
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents