Document details

Design for All: adaptação de um livro ilustrado para Crianças com Deficiência Visual

Author(s): Gonçalves, Fátima Maria da Cruz

Date: 2018

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.8/3316

Origin: IC-online

Subject(s): Deficiência visual; Livro ilustrado; Livro Infantil; Inclusão; Mediador; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais; Domínio/Área Científica::Ciências Sociais


Description

O presente trabalho foi realizado no âmbito do Mestrado de Comunicação Acessível. A problemática “Como adaptar um livro infantil para crianças com deficiência visual visando a aquisição de conteúdos?” surgiu no contexto profissional como professora de Educação Especial e Designer no Institut pour Déficients Visuels no Luxemburgo. A fraca existência (se não nula) de livros ilustrados adaptados para crianças com deficiência visual na língua luxemburguesa, torna importante realizar pesquisa de maneira a melhorar qualitativamente estes recursos didático. Mediante a literatura científica e na reflexão de opiniões de especialistas que diariamente trabalham com deficientes visuais, adaptou-se o livro “De Raup dee Lächer mécht” de Eric Carle, num livro multissensorial para ser utilizado por todos, contribuindo para a inclusão dos alunos com deficiência visual. De seguida, procedeu-se à validação deste recurso adaptado em cinco intervenções com crianças com deficiência visual com os objetivos de descrever a forma de interação e de exploração tátil da criança e a sua motivação, descrever as técnicas do mediador para promover o recurso adaptado e ainda analisar se este recurso é estruturador e facilitador da compreensão e da aquisição de conteúdos. Verificou-se que através dos procedimentos exploratórios a criança obteve informações, que a fizeram reconhecer as figuras do livro adaptado. Sendo importante uma intervenção precoce para que a criança aprenda a desenvolver as suas habilidades táteis e motoras para adquirir uma maior e melhor informação, verificou-se também que a exploração bimanual e unimanual pode ser influenciada por outras deficiências associadas à deficiência visual. O interesse e a motivação do aluno e a co-ativa exploração influenciam o número de procedimentos táteis. O mediador é desta forma um elemento muito importante na motivação do aluno para que este realize um maior número de procedimentos táteis e assim adquirir conteúdos.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Santos, Filipe Alexandre da Silva
Contributor(s) Gonçalves, Fátima Maria da Cruz
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents