Document details

Aerobic performance in young girls during a maximal laboratory treadmill test: differences between athletes and non-athletes


Description

RESUMOO objetivo do estudo foi analisar as diferenças no Pico VO2 entre nadadoras jovens em comparação com raparigas sem prática desportiva. O grupo de nadadoras foi composto por 6 raparigas pré-púberes (9,8 anos) e 10 púberes (11,3 anos), e o grupo de controlo por 6 raparigas pré-púberes (9,8 anos) e 10 púberes (11,2 anos) não-atletas. O Pico VO2 foi mensurado com análise direta de gases, respiração-por-respiração (Cosmed K4b2, Roma, Itália), durante um protocolo incremental em passadeira até a exaustão. A normalidade (Shapiro-Wilks) e homogeneidade (Levene) foram assumidas. O One-Way análise de variância (ANOVA) e LSD Post-Hoc foram usados (SPSS, versão 17.0), com um nível de significância de p<0,05. O Pico VO2 relativo foi significativamente superior (p=0,010) nas nadadoras pré-púberes comparativamente com as não-atletas pré-púberes (60,6±9,1 mL·kg-1·min-1 vs. 43,6±8,9 mL·kg-1·min-1; p=0,003), e nas nadadoras púberes comparativamente com as não-atletas púberes (60,9±5,0 mL·kg-1·min-1 vs. 49,5±7,7 mL·kg-1·min-1; p=0,010). Esses resultados foram consistentes com as observações de valores superiores de Pico VO2 em raparigas envolvidas num desporto comparativamente com os seus pares não treinados. Assim, o Pico VO2 superior nas nadadoras pré-púberes e púberes poderá dever-se às diferenças na prática desportiva entre os grupos.Palavras-chave: Desempenho aeróbio, Pico VO2, nadadoras jovens.

Document Type Journal article
Language Portuguese
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents