Document details

A promessa percebida : O papel do Contrato Psicológico no setor do retalho : um estudo exploratório comparativo

Author(s): Gervásio, Luís Miguel Brito

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10437/4396

Origin: ReCiL - Repositório Científico Lusófona

Subject(s): GESTÃO; MANAGEMENT; GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS; HUMAN RESOURCES MANAGEMENT; MESTRADO EM GESTÃO DE RECURSOS HUMANOS; SETOR RETALHISTA; RETAIL SECTOR


Description

O Contrato Psicológico (CP) começou a ser alvo de estudo em 1960 por Argyris (1960). Desde essa altura o seu interesse foi ganhando dimensão, mas só em 1990, através dos estudos de Rousseau (1989) é que a sua problemática adquiriu maior consistência, e as organizações começaram a entender esta dinâmica como fundamental para o seu sucesso. Esta dissertação visa contribuir com conhecimento empírico para o desenvolvimento dos estudos nesta área, partindo da fundamentação teórica de autores que consolidaram a definição do conceito Contrato Psicológico (e.g. Rousseau, 1990; Morrison, 1994; Robinson,1996). Assim, teoricamente, para além de se apresentar o conceito, explica-se a sua a dinâmica, desenvolvimento e os diferentes tipos de Contrato Psicológico. Ao longo deste estudo, vai ser também abordado o contributo que o CP tem nas práticas de Gestão de Recursos Humanos (GRH), e a importância deste no comportamento dos indivíduos que levam as empresas a atingir o sucesso, visto o CP funcionar como ferramenta que orienta a relação empregado-entidade patronal através das perceções e expetativas que ambas as partas criam. Posto isto, é feita a análise da perceção do Contrato Psicológico no setor do retalho, comparando-se uma empresa de grande retalho com os seus clientes do pequeno retalho. Este estudo é, marcadamente, de cariz quantitativo, descritivo-comparativo e exploratório. Recorreu-se ao inquérito por questionário, como instrumento privilegiado de recolha de dados. A amostra, selecionada por conveniência, é constituída por 73 indivíduos (37 do grande retalho e 36 pequeno retalho). Adotou-se o questionário desenvolvido por Rousseau (2008), traduzido para português e já testado em população de língua oficial portuguesa, por Palanteão (2011). Os resultados demonstram existir diferenças nos dois setores de retalho: no grande retalho o tipo de CP predominante é o relacional, focado na estabilidade e lealdade; enquanto que no pequeno retalho predomina o transicional, assente na incerteza e no desgaste.

The Psychological Contract (PC) started being studied in 1960 by Argyris (1960). Since that time his interest was gaining size, but only in 1990, through the studies of Rousseau (1989) is that his theory has become more consistent, and organizations have begun to understand its dynamic and critical to his success. This thesis aims to contribute to empirical knowledge for the development of studies in this area, starting from the theorical background of authors who consolidated the definition of Psychological Contract (eg Rousseau, 1990; Morrison, 1994; Robinson, 1996). So, in theory, in addition to present the concept, it explain the dynamic, development and the different types of Psychological Contract. Throughout this study, it will be also studied the contribution that the PC has in Human Resource Management (HRM) practices, and the importance of the behavior of individuals that lead companies to achieve success, because the PC works as a tool that guides the employee - employer relationship through the perceptions and expectations that both create. After it, an analysis is made of the perception of the Psychological Contract in the retail sector, comparing a company with large retail customers of small retail. This study is markedly – oriented quantitative, descriptive – comparative and exploratory. Resorted to the questionnaire survey, as a privileged instrument for data collection. The sample, selected by convenience, consists of 73 individuals (37 of large retail and 36 small retail). It was adopted the questionnaire developed by Rousseau (2008), translated to Portuguese and already tested in a Portuguese speaking country by Palanteão (2011). The results demonstrate the existence of differences in the two sectors of retail: the large retail type of PC is predominantly the relational, based on stability and loyalty, whereas the small retail predominates transitional, focused on uncertainty and wear.

Orientação: Margarida Piteira

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Piteira, Margarida, orient.
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents