Detalhes do Documento

Ocorrência de otite externa em cães apresentados à consulta de rotina

Autor(es): Sampaio, Maria Saraiva de cv logo 1

Data: 2014

Identificador Persistente: http://hdl.handle.net/10437/5285

Origem: ReCiL - Repositório Científico Lusófona

Assunto(s): VETERINÁRIA; OTITES; OTITIS; EXAMES CLÍNICOS; CLINICAL EXAMINATION; CITOLOGIA; CYTOLOGY; MESTRADO INTEGRADO EM MEDICINA VETERINÁRIA; CÃES; DOGS; MEDICINA VETERINÁRIA; VETERINARY MEDICINE; CANÍDEOS; CANIDS


Descrição
A otite externa é uma doença dermatológica de grande importância e frequente em clínica de pequenos animais. O objectivo principal deste estudo foi detectar a presença de otite numa população canina apresentada à consulta vacinal de rotina. Os objectivos secundários foram detectar os factores associados ao desenvolvimento da otite, caracterizar os sinais clínicos e a flora microbiana, e avaliar o conhecimento dos proprietários sobre esta doença. Este estudo foi realizado no período de Outubro de 2013 a Fevereiro de 2014, em duas instituições Médico Veterinárias situadas no distrito de Lisboa, no âmbito do estágio curricular do Mestrado Integrado de Medicina Veterinária. A amostra deste estudo foi constituída por cinquenta cães, dos quais dezassete apresentavam otite externa aguda. A amostra foi avaliada através da história clínica, exame otológico, exame otoscópico e exame citológico. Os proprietários não detectaram a presença de otite externa nos seus animais, apesar de terem observado comportamento de prurido, tendo sido esta a indicação mais comum de otite externa neste estudo. Os casos de otite ocorreram com maior frequência em cães com orelhas pendulares e em cães com hábitos de banho. A presença de lesões observadas na abertura do pavilhão auricular foram pouco relacionadas com os casos de otite, contudo as alterações otoscópicas, estiveram maioritariamente presentes nos casos de otite externa. As otites infecciosas representaram a maioria dos casos, tal como a presença de um grande número de Malassezia spp. e coccus, sempre associados com material ceruminoso.Otitis externa is a dermatologic condition of great importance that appears frequently in small animal practice. The primary goal of this study was to evaluate a canine population, presented to vaccine routine consultation in order to determine an external otitis. The secondary goals were to relate the associated factors with the development of otitis, to consider the clinical signs and microbial flora, and to evaluate the owners’ knowledge. This study was accomplished during the period of October 2013 to February 2014, in two Veterinary institutions situated in the district of Lisbon, within the curricular internship of integrated Masters in Veterinary Medicine. The sample of this study was composed of fifty dogs, of which seventeen exhibited external acute otitis; the sampling was evaluated through a clinical history, an otologic examination, an otoscopic examination and a cytological examination. The owners didn’t obtain knowledge of an external otitis, even when they observed a pruritus behavior, being the pruritus the most common indication of otitis externa in this study. Otitis cases occurred with more frequency in dogs with dropped ears and in dogs with bath’s habits. The presence of lesions observed in the opening of the eardrum were few related with the otitis cases, although the otoscopic alterations, were mainly present in cases of external otitis. The infectious otitis accounted in the majority of cases, such as the presence of a huge number of Malassezia spp. and coccus, always associated with ceruminous material.Orientação : Pedro Faísca ; Co-orient. : Ana Oliveira
Tipo de Documento Dissertação de Mestrado
Idioma Português
Orientador(es) Santos, Ana Sofia Pereira dos, orient.; Alves, Maria Margarida Ferreira, co-orient.; Faísca, Pedro, orient.
delicious logo  facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
degois logo
mendeley logo

Documentos Relacionados