Document details

Vitimação, acontecimentos de vida e funcionamento psicológico na idade adulta

Author(s): Brás, Cátia Salomé Araújo

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10437/8528

Origin: ReCiL - Repositório Científico Lusófona

Subject(s): MESTRADO EM PSICOLOGIA DA JUSTIÇA; PSICOLOGIA; PSICOLOGIA FORENSE; VIOLÊNCIA; VITIMAÇÃO; ADULTOS; BEM-ESTAR PSICOLÓGICO; PSICOPATOLOGIA; PSYCHOLOGY; FORENSIC PSYCHOLOGY; VIOLENCE; VICTIMISATION; ADULTS; PSYCHOLOGICAL WELL-BEING; PSYCHOPATHOLOGY


Description

A compreensão do impacto das experiências de vitimação na idade adulta e dos acontecimentos de vida stressantes tem sido alvo de um crescente interesse por parte da investigação científica. Não obstante, os estudos realizados centram-se essencialmente nos efeitos negativos e negligenciam outras dimensões adaptativas de funcionamento psicológico. Simultâneamente, dados empíricos têm vindo a evidenciar o poder cumulativo dos fatores de risco, dos stressores e/ou experiências adversas no desenvolvimento humano. Nesta sequência, o presente estudo teve como principal objetivo analisar a influência cumulativa (das experiências de vitimação e acontecimentos de vida stressantes) no funcionamento psicológico na idade adulta, explorando a sua relação com a psicopatologia e com o bem estar psicológico. A amostra foi constituída por 383 sujeitos (53% sexo feminino), com idades compreendidas entre os 18 e os 67 (M=34;DP=10,63). O protocolo de instrumentos administrados incluiu um questionário sociodemográfico, uma medida de sintomas psicopatológicos (BSI; Degoratis, 1982; adaptado por Canavarro, 2007), uma medida de bem estar psicológico (EBEP; Escalas de Bem Estar Psicológico, Ryff, 1989; adaptado por Novo, 2003) e uma medida de experiências de vitimação (Questionário de Experiência de Vitimação na Idade Adulta; Lisboa, Barroso, Patrício & Leandro, 2009, adaptado por Antunes, Ferreira & Magalhães, 2016). Os resultados confirmam o poder preditivo das experiências de vitimação e dos acontecimentos de vida stressantes e, ainda, a sua influência cumulativa no funcionamento psicológico, evidenciando um impacto negativo ao nível da sintomatologia e do bem estar.

Understanding the impact of victimization experiences on adulthood and stressful life events has been the subject of increasing interest in scientific research. Nevertheless, the studies developed are essentially centered on the negative effects and neglect other adaptive dimensions of psychological functioning. At the same time, empirical evidence has shown the cumulative power of risk, stress and/or adverse experiences in human development. In this sequence, the main objective of this study was to analyze a cumulative influence (victimization experiences and stressful life events) in the psychological functioning in adulthood and to explore its relationship with psychopathology and with psychological well-being. The sample consisted of 383 subjects (53% female), aged 18-67 (M = 34; SD = 10.63). The protocol of instruments included a sociodemographic questionnaire, a measure of psychopathological symptoms (BSI, Degoratis, 1982, adapted by Canavarro, 2007), a measure of psychological well-being Novo, 2003) and a measure of victimization experiences (Experience of Victimization in Adulthood, Lisboa, Barroso, Patrício & Leandro, 2009, adapted by Antunes, Ferreira & Magalhães, 2016). The results confirm the predictive power of victimization experiences and stressful life events, as well as their cumulative influence on psychological functioning, showing a negative impact on symptomatology and well-being.

Orientação: Carla Antunes

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Antunes, Carla, orient.
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents