Document details

O efeito da técnica de inibição de Jones nos músculos Masseter e temporal nas disfunções temporomandibulares

Author(s): Sousa, Carla

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.22/2497

Origin: Repositório Científico do Instituto Politécnico do Porto

Subject(s): Disfunção temporomandibular; Masseter; Temporal; Técnica de Jones; Temporomandibular disorders; Inhibition technique of Jones


Description

Introdução: A disfunção temporomandibular (DTM), de causa muscular, caracteriza-se por uma dor músculo-esquelética crónica, com sinais e sintomas específicos como a presença de Trigger Points (TrPs). Objetivo: Avaliar o efeito da Técnica de Inibição de Jones (TIJ) nos músculos masseter e temporal em indivíduos com DTM, e a identificação dos sinais e sintomas, a relação entre a severidade da DTM, a ansiedade e a qualidade de sono. Métodos: Estudo quasi-experimental, constituído por 16 indivíduos no grupo experimental (GE) e 17 grupo controle (GC). O grau de severidade foi avaliado pelo Índice de Helkimo e as alterações do sono pelo questionário de Pittsburgh sobre a qualidade do sono. Apenas o GE foi sujeito a uma TIJ nos TrPs latentes dos músculos masseter e temporal. Os dois grupos foram avaliados pré-intervenção (M0), pós-intervenção (M1) e 3 semanas após (M2), as amplitudes de movimento ativas de abertura, lateralidade direita/esquerda e protusão da boca bem como a dor (EVA) em repouso e na abertura máxima. Resultados: Foi possível observar que quanto maior o grau de DTM, maior a frequência de ansiedade e pior a qualidade do sono. Observou-se um decréscimo de TrPs, no GE, após a aplicação da técnica, principalmente no masseter. Não foi possível verificar diferenças inter-grupos. Contudo, observou-se no GE uma melhoria em todas as amplitudes avaliadas entre o M0 e o M2. Em relação à EVA em repouso e na abertura máxima, o GE demonstrou diminuição da dor no M1 e manteve valores inferiores no M2. Conclusão: Verifica-se uma diminuição dos TrPs, uma melhoria das amplitudes ativas bem como uma diminuição da dor após a aplicação da TIJ no GE. Já ao longo do tempo, o efeito é menos expressivo contudo observam-se valores inferiores comparativamente a M0.

The temporomandibular dysfunction (TMD), by muscle cause, is characterized by a chronic musculoskeletal pain, with specific signs and symptoms such as the presence of Trigger Points (TrPs). Objective: To evaluate the effect of Inhibition Technique of Jones (ITJ) in the masseter and temporal muscles in TMD patients, and the identification of signs and symptoms, the relation between TMD severity, anxiety and sleep quality. Methods: A quasi-experimental study, with 16 subjects in the experimental group (EG) and 17 in the control group (CG). The degree of severity was assessed by Helkimo Index and sleep disorders by Pittsburgh’s Sleep Quality Questionnaire. Only GE has been subject to ICJ on latent TRPs in the masseter and temporal muscles. The two groups were assessed pre-intervention (M0), post-intervention (M1) and 3 weeks after (M2), range of motion active opening, laterality left / right and protrusion of the mouth and pain (VAS) in rest and at maximum aperture. Conclusion: It was observed that the greater the degree of TMD, the higher the frequency of anxiety and poor sleep quality. There was a decrease of TRPs in GE, after application of the technique, especially in masseter. Unable to verify differences between groups. However, there was an improvement in GE in all measured amplitudes between M0 and M2. Regarding the VAS at rest and at maximum aperture, the EG showed decreased pain on M1 and remained lower in the M2.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Mesquita, Cristina
Contributor(s) Sousa, Carla
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents