Document details

Cuidar do corpo para melhor cuidar da casa

Author(s): Cardoso, Mariana

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.22/694

Origin: Repositório Científico do Instituto Politécnico do Porto

Subject(s): Projecto comunitário; Domésticas; Sintomatologia beuro-músculo-esquelética; Community project; Household women; Neuro-musculoskeletal symptomatology


Description

Objectivo: O objectivo deste estudo foi avaliar a implementação de um projecto comunitário na sintomatologia neuro-músculo-esquelética de domésticas. Metodologia: Realizou-se um estudo experimental que incluiu 30 domésticas (20 no grupo experimental e 10 no grupo de controlo) aleatoriamente seleccionadas. Foram utilizados como instrumentos de avaliação o Questionário de Avaliação de Risco, a Escala de Borg da Percepção Subjectiva do Esforço e o Questionário Nórdico Músculo-Esquelético. O projecto comunitário englobou uma acção de educação para a saúde e um programa de exercícios específicos. Resultados: A implementação do projecto comunitário diminuiu significativamente (p<0,05) a sintomatologia neuro-músculo-esquelética, a percepção subjectiva de esforço e a intensidade média de dor reportada pelas domésticas durante a realização de várias tarefas. As domésticas melhoraram significativamente (p<0,05) os seus conhecimentos em relação aos factores de risco e modificaram significativamente (p<0,05) os seus comportamentos, adoptando posturas mais adequadas. Conclusões: O serviço doméstico propicia o aparecimento de sintomatologia neuro-músculo-esquelética e, como tal, a implementação de uma acção de educação para a saúde e um programa de exercícios específicos tornam-se eficazes como projecto de promoção de saúde.

Purpose: The purpose of this study was to evaluate the implementation of a community project in neuro-musculoskeletal symptomatology of household women. Methods: A controlled trial, a “Community Intervention”, included 30 household women (20 in the experimental group and 10 in the control group) randomly selected. It was used the Risk Assessment Questionnaire, the Rating of Perceived Exertion of Borg Scale and the Nordic Musculoskeletal Questionnaire. The project was constituted by a health education session and a specific exercises programme. Results: The implementation of the project decreased significantly (p <0.05) the neuro-musculoskeletal symptomatology, the rating of perceived exertion and the average intensity of pain reported during household activities. Household women have improved significantly (p <0.05) their knowledge about risk factors and changed significantly (p <0.05) their behaviors, adopting more suitable postures. Conclusions: The household work promotes the occurrence of neuromusculoskeletal symptomatology and the implementation of a health education session and a specific exercises programme have become effective in health promotion.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Melo, Cristina Argel
Contributor(s) Cardoso, Mariana
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents