Document details

Diastemas dos Incisivos Centrais Superiores: Quando e Como Intervir?

Author(s): Silva, Ana Patrícia Nogueira da

Date: 2017

Persistent ID: http://hdl.handle.net/20.500.11816/2784

Origin: Repositório CESPU

Subject(s): Diastemas; Etiologia; Tratamento; Estética


Description

A manutenção da integridade da dentição depende de vários fatores incluindo o estabelecimento de um contacto mésio-distal entre os dentes permanentes. A perda dessa relação pode manifestar-se com a presença de diastemas, frequentemente observada em incisivos centrais superiores, condição esta que poderá ter um impacto estético desagradável. A procura de padrões estéticos ideais tem-se intensificado nos últimos anos, contribuindo desta forma para que haja uma crescente necessidade de desenvolvimento de novas técnicas e procedimentos que atendam às elevadas exigências estéticas dos pacientes. Objetivo: O objetivo deste trabalho é, segundo uma revisão da literatura, analisar as possíveis causas dos diastemas em dentes anteriores; apresentar os tratamentos existentes para a sua correção, centrando a sua escolha no âmbito da dentisteria operatória, bem como identificar qual o momento oportuno para intervir tendo em vista o seu encerramento. Material e Métodos: Foram selecionados artigos científicos para análise, nos motores de busca Pubmed, ScienceDirect, Scielo, com o objetivo de fazer uma revisão de literatura acerca do tema “Diastemas dos incisivos centrais superiores: Quando e Como intervir?” Considerações finais: Considera-se um diastema dentário sempre que exista um espaço superior a 0,5 mm entre as superfícies proximais de dois dentes. No que toca ao diastema interincisivo é importante referir a sua prevalência e, segundo alguns autores, varia em função da idade, manifesta-se maioritariamente em crianças, na sua fase de dentição mista, por volta dos 8 anos de idade. É mais prevalente na arcada maxilar e varia consoante a raça e sexo. Existem vários fatores etiológicos para a ocorrência de diastemas e o seu conhecimento é muito importante para realizar um correto diagnóstico e seleção de um plano de tratamento ideal para cada caso. Atualmente, a Medicina Dentária oferece várias alternativas de tratamento, nomeadamente, o tratamento ortodôntico e as técnicas restauradoras diretas e indiretas.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) GARCÊS, JOANA FIGUEIREDO REIS PEREIRA
Contributor(s) Silva, Ana Patrícia Nogueira da
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents