Document details

Qualidade de vida em adolescentes e jovens adultos com cardiopatias congénitas

Author(s): Teixeira, Flávio Miguel Gomes

Date: 2011

Origin: Repositório CESPU

Subject(s): cardiopatias congénitas; qualidade de vida; suporte social


Description

Objectivos: Avaliar a qualidade de vida (QdV) numa população de adolescentes e jovens adultos com cardiopatias congénitas (CC). Métodos: Participaram 74 pacientes com CC, dos quais 41 eram do sexo masculino e 33 do sexo feminino, com idades entre 12 e 26 anos (média = 18,76 ± 3,86). Foram recolhidos os dados clínicos e demográficos mais relevantes e, num único momento temporal, foi aplicado um conjunto de instrumentos constituído por uma entrevista semi-estruturada, uma entrevista psiquiátrica estandardizada (SADS-L) e um questionário de avaliação da qualidade de vida (WHOQOL-BREF). Resultados: Quando realizada a comparação com a população saudável Portuguesa, a nossa população obteve uma melhor QdV nos domínios de relações sociais (t=2,333; p=0,022) e ambiente (t=3,754; p=0,000) No entanto, não foram encontradas diferenças na QdV quando analisados aspectos como a severidade da cardiopatia, tipo de cardiopatia, além de a presença de diagnóstico psiquiátrico não ter influenciado a QdV dos pacientes. A realização de cirurgias tende a diminuir a QdV dos pacientes, tal como observado pelos melhores resultados a nível físico (t=-1,989; p=0,050), relações sociais (t=-2,012; p= 0,048) e QdV geral (u=563,000; p=0,037) no grupo de pacientes sem cirurgias. O suporte social evidenciou-se como muito importante na QdV dos pacientes em todos os domínios, mais concretamente, físico (t=3,287; p=0,002), psicológico (t=3,094; p=0,003), relações sociais (t=3,669; p=0,000), ambiente (t=2,725; p=0,008) e QdV geral (u=323,000; p=0,005). Também um percurso escolar satisfatório está relacionado com uma melhor QdV, ao nível do domínio físico (t=2,045; p=0,045) e ambiente (t=2,413; p=0,018). Conclusões: Os pacientes com CC tendem a percepcionar uma melhor QdV, quando não realizam intervenções cirúrgicas, realizam quando a sua rede de suporte social é mais satisfatória, quando não apresentam limitações a nível físico e quando têm um percurso escolar satisfatório.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Teixeira, Flávio Miguel Gomes
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents