Document details

A PESSOA COM AVC SUBMETIDA A FIBRINÓLISE - ESTUDO RETROSPETIVO DO ANO 2014

Author(s): Nobre, Paulo José Martins

Date: 2016

Origin: Repositório Científico da Escola Superior de Enfermagem de Coimbra

Subject(s): Acidente Vascular Cerebral; Fibrinólise; Enfermagem; Complicações; Nível funcional; Gravidade do AVC; Nível de consciência


Description

O Acidente Vascular Cerebral (AVC) constitui em Portugal a primeira causa de morte e incapacidade permanente, facto que é contrastante com a maioria dos países europeus, em que se situa em terceiro lugar, acarretando elevados períodos de internamento, recursos e despesas na saúde. Assistimos frequentemente a maiores níveis de complexidade na apresentação e tratamento da pessoa com AVC, sendo de toda a pertinência o investimento dos enfermeiros especialistas em enfermagem médico-cirúrgica (EEEMC) nesta área, atendo ao seu perfil de competências específicas. A presente investigação, de caracter retrospetivo, descritivo-correlacional e de natureza quantitativa, teve como objetivo analisar o perfil e a evolução clínica do doente com AVC, submetido a tratamento fibrinolítico. A recolha dos dados foi realizada a partir da consulta dos processos clínicos únicos e do software PCEEnfermagem ®, tendo sido criada uma base de dados. Foram analisados os dados referentes a uma amostra de 182 doentes com o diagnóstico de AVC isquémico que foram submetidos a tratamento fibrinolítico por via de administração endovenosa e que estiveram internados numa Unidade de Acidentes Vasculares Cerebrais (UAVC) de um hospital central da região centro, de 1 de janeiro a 31 de dezembro de 2014. Para o efeito recorreu-se ao programa Statistical Package for the Social Science.23 (IBM SPSS.23), utilizando a estatística descritiva e inferencial. Os resultados obtidos evidenciaram uma evolução clínica favorável da amostra em estudo, apesar das complicações ocorridas durante o internamento e do nível de dependência elevado nos autocuidados. Permitiram verificar que no momento da admissão valores baixos da Escala de Coma de Glasgow (EG) e valores elevados da National Institute of Health Stroke Scale (NIHSS), bem como as complicações vómito, infeção urinária e respiratória ocorridas durante o internamento, estão relacionados com uma maior gravidade e menor nível funcional do doente com AVC na alta, contribuindo para o aumento dos dias de internamento e posterior institucionalização.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Contributor(s) Ferreira, Paulo Alexandre Carvalho
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents