Document details

EVITA – Epidemiologia e Vigilância dos Traumatismos e Acidentes: relatório 2020

Author(s): Alves, Tatiana ; Braz, Paula ; Rodrigues, Emanuel ; Mexia, Ricardo ; Neto, Mariana ; Matias Dias, Carlos

Date: 2021

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.18/8002

Origin: Repositório Científico do Instituto Nacional de Saúde

Subject(s): Acidentes Domésticos e de Lazer; Serviço de Urgência; Hospital; Queda; Idosos; Estados de Saúde e de Doença; Serviço Nacional de Saúde; Observação em Saúde e Vigilância; Crianças; Epidemiologia; Vigilância dos Traumatismos e Acidentes; EVITA; Portugal


Description

O registo dos Acidentes Domésticos e de Lazer (ADL), realizado no contexto das urgências das entidades de saúde hospitalares do Serviço Nacional de Saúde assenta no sistema EVITA - Epidemiologia e Vigilância dos Traumatismos e Acidentes. Este sistema é coordenado pelo Departamento de Epidemiologia do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge desde 2000, contando com a colaboração com os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde. O sistema EVITA é um instrumento de observação em saúde que permite a monitorização dos ADL. Tem como objetivos principais: i) Fornecer informação essencial sobre a epidemiologia dos ADL em Portugal; ii) Manter um sistema de vigilância que permita a caracterização dos ADL, a identificação das situações de risco, os agentes envolvidos, bem como, os produtos perigosos que propiciem a ocorrência de ADL. Definem-se como ADL todos os acidentes cuja causa direta não seja doença, acidente de viação, acidente de trabalho ou violência. No presente relatório os resultados apresentados reportam-se aos dados recolhidos pelo sistema EVITA entre 1 de janeiro e 31 de dezembro de 2020, tendo sido submetidos a uma análise descritiva. Neste período, o sistema recolheu 188 164 episódios de ADL. A distribuição destes acidentes por sexo revelou proporções idênticas entre os dois sexos. Porém, entre os 0 e 54 anos observou-se uma maior proporção de ADL no sexo masculino. Durante o período em análise, a habitação (61,8%) correspondeu ao local onde mais frequentemente ocorreram ADL. De entre os mecanismos da lesão que mais contribuíram para o número de ADL as quedas destacaram-se com uma proporção de 70,1%.

Document Type Report
Language Portuguese
Contributor(s) Repositório Científico do Instituto Nacional de Saúde
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents