Document details

Animar para melhor envelhecer, com satisfação

Author(s): Sequeira, Sofia Alexandra Almeida

Date: 2013

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.11/2065

Origin: Repositório Científico do Instituto Politécnico de Castelo Branco

Subject(s): Envelhecimento; Animação sociocultural; Centro de dia; Qualidade de vida; Satisfação com a vida; Intervenção; Aging; Sociocultural; Day care; Quality of life; Satisfaction with life; Intervention


Description

O nosso estudo insere-se no âmbito da intervenção em animação sociocultural e/ou socioeducativa para idosos, com a aplicação de um programa de atividades para as pessoas idosas de cinco centros de dia do concelho de Castelo Branco, designado por PIAS. Portugal enfrenta um processo de envelhecimento demográfico acentuado. As modificações dos comportamentos demográficos repercutem-se, impreterivelmente nas estruturas populacionais de forma irreversível. O envelhecimento da população é, pois um fenómeno de dimensão ínfima, tendencialmente durável, irreversível e com efeitos em todas as sociedades. A nossa investigação é de mais de teor qualitativo que quantitativo, ao ser descritiva e exploratória e, simultaneamente de investigação-ação pela aplicação do PIAS em centros que não tinham atividades de animação de forma continuada. O problema que norteou a nossa investigação foi o seguinte: “Será que um Programa: de atividades em animação sociocultural (PIAS), aplicado a idosos de cinco centros de dia do concelho de Castelo Branco, melhora a sua satisfação, o seu estado de ânimo, as relações sociais e de convivência diária e consequentemente a sua qualidade de vida?” A amostra do estudo foram N= 68 idosos, submetidos a uma análise estruturada, sistemática e estatística, desde variáveis sociodemográficas e de identificação, a aplicação do EQVF e ESV, entrevistas exploratórias (Pré), fichas de autoavaliação e entrevistas em grupo, além dos registos observacionais (observação natural e participante e entrevistas em profundidade). A amostra subdividiu-se em cinco grupos coincidentes com os centros (E1, E2, LA, LO, PR), não havendo diferenças entre eles, já que se tratam na sua maioria de idosas, viúvas, média de idades de 81 anos, vivem sozinhas nas suas moradias, analfabetas, pensionistas (subsídio de sobrevivência), trabalharam na agricultura e com um nível de independência aceitável. Todos esses idosos participaram nas atividades programadas do PIAS. Este programa foi validado pelas fichas, entrevistas, incluindo aos responsáveis e diretoras técnicas que acompanharam a realização do programa, de registos observacionais e notas de campo. Consideramos que a qualidade de vida nos idosos está relacionada com a saúde com as relações do idoso com a família, com a convivência com as pessoas (parentes, amigos, vizinhos, funcionários), com a participação em tarefas/atividades que ocupem o seu quotidiano e que gostam de fazer, com a autonomia de fazerem, por si mesmo, uma vida o mais normalizada e independente possível, dentro das suas capacidades e/ou limitações no seu processo de envelhecimento.

Our study falls within the scope of intervention in socio-cultural and / or socio-for seniors, with the implementation of a program of activities for older people five day centers in the municipality of Castelo Branco, appointed by PIAS. Portugal faces a pronounced aging process. The changes affect the demographic behavior is unfailingly in population structures irreversibly. The aging population is therefore a phenomenon of minute size tends durable and irreversible effects in all societies. Our research is more qualitative than quantitative content, to be descriptive and exploratory, while research-action by applying the PIAS centers who had no planned activities on an ongoing basis. -The problem that guided our research was the following: "Does a program in sociocultural activities (PIAS) applied to elderly five day centers in the municipality of Castelo Branco, improves your satisfaction, your state of courage, social relationships and daily living and therefore their quality of life? " A sample of N = 68 elderly were subjected to a structured, systematic and statistical, since sociodemographic variables and identification, application of FQLS ESV, exploratory interviews (Pre), self-assessment forms and group interviews, in addition to observational records (natural and participant observation and in-depth interviews). The sample was divided into five groups coincide with the centers (E1, E2, LA, LO, PR), with no differences between them, since these are mostly the elderly, widows, mean age 81 years, living alone intheir homes, illiterate pensioners (survivor's benefit), worked in agriculture and an acceptable level of independence. All these seniors participated in the scheduled activities of PIAS. This program has been validated by records, interviews, including those responsible and diretotas techniques that accompanied the implementation of the program, records and observational field notes. We believe that the quality of life in the elderly is related to the health of the elderly with relationships with family, by living with people (relatives, friends, neighbors, employees), with participation in tasks / activities that occupy your everyday and they like to do with the autonomy to make for himself, a life as normalized and independent as possible within their capabilities and / or limitations in their aging process.

Dissertação apresentada à Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Castelo Branco para cumprimento dos requisitos necessários à obtenção do grau de Mestre em Gerontologia Social.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Martins, Ernesto Candeias
Contributor(s) Sequeira, Sofia Alexandra Almeida
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents