Document details

O valor da privacidade: o caso das audiências da Casa dos Segredos

Author(s): Pereira, Ana Marta de Oliveira

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.21/4314

Origin: Repositório Científico do Instituto Politécnico de Lisboa

Subject(s): Voyeurismo; Exibicionismo; Reality shows; Vigilância; Privacidade; Programas de televisão; Programas de entretenimento; Voyeurism; Exibicionism; Surveillance; Privacy; Television shows; Entertainment programs


Description

Este trabalho pretende refletir sobre influência dos reality shows- que se alimentam da vigilância permanente baseada nos dramas emotivos e na exposição pública da vida íntima de sujeitos anónimos- e de como essa influência poderá levantar questões relacionadas com a privacidade. Esta reflexão é feita através da compreensão dos fenómenos e contextos que viabilizaram a consagração deste novo formato de programas televisivos e da análise da perceção das audiências do reality show Casa dos Segredos. Em última análise, fornece um entendimento sobre o papel do programa na conceptualização do valor da privacidade através de uma investigação qualitativa que permitirá o acesso à informação mais relevante do ponto de vista dos indivíduos e das suas experiências. São os reality shows uma consequência da espectacularização dos média, ou do desejo de um público voyeur? Será que num contexto de afirmação de um sujeito livre e racional, onde prevalecem as vontades privadas de indivíduos “centrados em si próprios", podemos afirmar que este género de programa pode colocar em causa a dignidade humana e o direito à privacidade? Ou será o individuo capaz de controlar de forma absoluta a sua informação pessoal? Para responder a estas e outras questões, primariamente vou recorrer a teorias que, embora antagónicas, assentam em convicções comprováveis e representativas da sociedade mediática em que vivemos, complementada posteriormente com a realização e análise de entrevistas semiestruturadas a indivíduos que fazem parte da audiência do programa.

ABSTRACT: This work intends to reflect upon the influence of reality shows – which are based on the continuous surveillance of emotional dramas and the public exposure of the intimate life of anonymous individuals - and how this influence may raise privacy related issues. This reflection is made through the comprehension of the phenomena and contexts that enabled the consecration of this new format of television programs and the analysis of the perceptions of Secret Story reality show’s audience. Ultimately, it provides a comprehensive understanding of the role of the program on the conceptualization of the value of privacy through a qualitative research that provides insight into the most relevant information from the point of view of individuals and their experiences. Are reality shows a consequence of the spectacularization of the media or the desire of a voyeur public? Can we state, in a context of affirmation of free and rational subjects where the private will of self-centered individuals prevails, that this kind of program can jeopardize human dignity and the right to privacy? Or is the individual able to absolutely control its private information? To answer these and other questions, I will primarily rely on theories that, although antagonistic, are based on convictions that are verifiable and representative of the media society we live in. The study is further supplemented by the completion and analysis of semi-structured interviews to individuals who belong to the program’s audience.

Dissertação apresentada à Escola Superior de Comunicação Social como parte dos requisitos para obtenção de grau de mestre em Audiovisual e Multimédia.

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Neto, Pedro Pereira
Contributor(s) Pereira, Ana Marta de Oliveira
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents