Document details

Estudo sobre as diferenças interativas e comunicativas das educadoras e das mães

Author(s): Barroso, Isabel Maria Castelão dos Santos

Date: 2015

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10400.21/5568

Origin: Repositório Científico do Instituto Politécnico de Lisboa

Subject(s): Interação adulto-criança; Afetividade; Comunicação verbal; Parentalidade; Educação de infância; Adult-child interaction; Affection; Verbal communication; Parenthood; Childhood education


Description

Os educadores de infância, na ausência dos pais, asseguram cuidados e garantem o bem estar da criança bem como a sua educação e desenvolvimento. A criança estabelece com a maioria dos educadores uma relação afetiva privilegiada mas não de vinculação. O estudo das diferenças e semelhanças entre estes dois tipos de relação permite averiguar a diversidade de relações proporcionadas à criança o contributo da formação profissional das educadoras no estabelecimento da relação com as crianças. Neste estudo, mães e educadoras são observadas independentemente, na mesma situação semi experimental com a criança, como parceiros numa atividade lúdica de construção, sendo analisada a qualidade interativa e comunicativa das díades. Para o efeito, foi pedido a 19 díades mãe-filho(a) e 22 díades educadora-criança que realizassem, em 20 minutos, um produto à sua escolha com os materiais e ferramentas disponibilizadas. As crianças tinham entre 3 e 5 anos sem problemas de desenvolvimento. Pretendia-se: 1) descrever e comparar os produtos realizados pelas díades maternas e de educadoras, bem como as escolhas de materiais; 2) comparar a qualidade interativa das mães e das educadoras quanto à empatia, atenção, reciprocidade, cooperação, elaboração/fantasia e desafio proposto; e 3) a qualidade da comunicação quanto ao uso de sugestões, perguntas, ordens, elogios e críticas. Os dados indicam que as educadoras deram mais espaço para a atuação da criança enquanto as mães estavam mais centradas no cumprimento do tempo e no aprimoramento do produto. As mães usaram o reforço verbal para organizar a atividade, impor limites/regras e motivar a criança enquanto as educadoras recorreram à comunicação oral para ensinar conteúdos e para dirigir atividade.

Abstract The educators, in the absence of parents, provide care and ensure the welfare of the child as well as their education and development. Educators are children significant emotional figures but parents are attachment figures. The study of behavioral differences and similarities between educators and mothers can contribute to our knowledge about these two types of relationships and to observe how the educators training can contribute for their interaction with the children. In this study, mothers and educators are observed independently in the same semi experimental situation with the child, as partners in a playful activity of construction, and the interactive and communicative quality of dyads is analyzed. For this purpose, 19 dyads mother-son (a) and 22 teacher-child dyads were asked to make in 20 minutes a product of their choice with the materials and tools available. The children were between 3 and 5 years without developing problems. The aim was to: 1) describe and compare the products made by the mother dyads and educators, as well as their choice of materials; 2) compare the quality of mothers and educators’ interaction as well as their empathy, attention, reciprocity, cooperation, development/fantasy and proposed challenge; and 3) the quality of communication as well as suggestions, questions, directions and positive or negative feedback. Our findings indicate that the educators gave more space for the child's actions while mothers were more focused on compliance with the time and product improvement. Mothers used the verbal reinforcement to organize the activity, to set limits/rules and to motivate the child while the educators relied on verbal communication to introduce contents and organize the activity.

Dissertação apresentada na Escola Superior de Educação de Lisboa para obtenção do grau de Mestre em Ciências da Educação - Especialidade Intervenção Precoce

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Fuertes, Marina
Contributor(s) Barroso, Isabel Maria Castelão dos Santos
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents