Document details

Modelação do risco e dinâmica do fogo para apoio ao planeamento e gestão do espaço florestal : caso de estudo - bacia hidrográfica do Rio Estorãos

Author(s): Lopes, Lúcia Sandra

Date: 2014

Persistent ID: http://hdl.handle.net/20.500.11960/1269

Origin: Repositório Científico IPVC

Subject(s): Risco; Incêndios florestais; Comportamento do fogo; Farsite; Gestão florestal; Bacia Hidrográfica do Rio Estorãos


Description

Os incêndios florestais são um dos maiores problemas da atualidade. Por alguns são considerados um risco complexo por outros são relacionados com os riscos climáticos mas a realidade é que as consequências de um incêndio florestal são múltiplas, que vão desde os impactos sociais, económicos aos ambientais. Em ambientes climáticos de características mediterrâneas, com uma estação seca e uma húmida favorável para o desenvolvimento de vegetação, a probabilidade de ocorrência de incêndios florestais aumenta. Neste sentido, é relevante conhecer a evolução e o comportamento do fogo bem como todas as condições envolventes da existência de um fogo de modo a prevenir a sua ocorrência, minimizar os efeitos e aumentar a capacidade de resiliência a uma situação de incêndio florestal. Os estudos sobre os impactos de um incêndio florestal são inúmeros. Contudo, é cada vez mais importante conseguir agir na retaguarda, evitando a sua deflagração ou na sua existência minimizar as suas consequências, através da tomada das decisões mais acertadas. Por vezes, estas passam, não só, por uma reorganização dos espaços florestais atendendo aos instrumentos de gestão do território, mas também por assegurar que as decisões de momento são as mais adequadas. Os softwares capazes de realizar simulações do comportamento do fogo têm vindo a ser cada vez mais aperfeiçoados de forma a garantir que cada vez mais se assemelham à realidade e podem ser extremamente úteis quer na prevenção quer na forma de combate aos fogos. A capacidade de simular diferentes cenários ajustados a diferentes ambientes climáticos e a ambientes vegetativos com diferenças de combustibilidade podem também ser úteis nas decisões a tomar tanto nas formas de prevenção como na definição de estratégias de combate. Uma abordagem às condições climáticas e de vegetação da Bacia Hidrográfica do Rio Estorãos com recurso a um software de simulação do comportamento do fogo – Farsite – constituíram a área de estudo para apurar diferentes cenários de ocorrência de um fogo e encontrar potenciais soluções a implementar para evitar a ocorrência de um incêndio ou minimizar os seus efeitos aquando da sua existência.

Dissertação de mestrado em Gestão Ambiental e Ordenamento do Território, apresentada à Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Viana do Castelo

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Alonso, Joaquim Mamede; Paredes, Cláudio Alexandre da Costa Araújo
Contributor(s) Lopes, Lúcia Sandra
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents