Document details

Concentração bancária em Portugal

Author(s): Silva, Tiago Filipe Lopes da

Date: 2009

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10071/1776

Origin: Repositório do ISCTE-IUL

Subject(s): Banca; Concentração; Fusões & Aquisições; Sistema Bancário; Banking; Concentration; Mergers & Acquisitions; Banking system


Description

Esta dissertação estuda a concentração bancária em Portugal entre 1992 e 2007. Enquadra o tema pelo desenvolvimento estratégico, conglomerados financeiros, evolução dos sistemas financeiros da OCDE e a evolução do sector bancário em Portugal. As concentrações verificadas na banca portuguesa resultam de vários factores entre os quais a adesão de Portugal à CEE, aos processos de privatizações ocorridos no sector bancário português nos anos 90, da desregulamentação e da consolidação dos principais grupos financeiros portugueses. O cálculo da concentração é efectuado para a actividade global corrigida para Portugal, para um conjunto de oito variáveis e com base em vários indicadores e, tendo por base, as contas consolidadas. Os resultados demonstram um aumento da concentração entre 1992 e 2007, para todas as variáveis e com base em qualquer dos indicadores habitualmente utilizados, o ano 2000 é o ano em que o nível de concentração é mais elevados para qualquer uma das variáveis. Apesar do aumento da concentração, nem sempre este aumento resultou num aumento de eficiência, como se demonstra na análise do rácio Produto Bancário/Activo. A viragem do século fica marcada pela reestruturação dos grupos bancários que optaram pela homogeneização da oferta bancária, reduzindo o número de marcas, e pelo aumento da importância dos bancos estrangeiros no panorama bancário português até aqui dominado quase em exclusivo pelos grupos financeiros nacionais.

This dissertation examines the banking concentration in Portugal between 1992 and 2007. Fits the theme by developing strategic, financial conglomerates, changes in the financial systems of the OECD and the evolution of the banking sector in Portugal. The concentrations found in the Portuguese banking result of several factors including the accession of Portugal to the EEC, the processes of privatization that occurred in the Portuguese banking industry in the 90s, deregulation and consolidation of major financial groups in Portugal. The calculation of the concentration is made to the overall activity corrected for Portugal, for a set of eight variables, based on several indicators, and based on the consolidated accounts. The results show an increase in concentration between 1992 and 2007 for all variables, based on any of the indicators used, the year 2000 is the year in which the concentration level is higher for any of the variables. Despite the increase in concentration, this increase does not always result in an increase in efficiency, as evidenced in the ratio analysis of banking products / assets. The turn of the century is marked by the restructuring of the banking groups that have opted for the homogenisation of the supply bank, reducing the number of brands, and the increasing importance of foreign banks in the Portuguese banking scene hitherto dominated almost exclusively by national financial groups.

Classificação JEL: G21, G34

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Bento, Paulo
Contributor(s) Silva, Tiago Filipe Lopes da
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents