Document details

Novas empresas e criação de emprego: dois ensaios com modelos de mistura

Author(s): Pontes, Leandro Manuel Branco Pequito

Date: 2008

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10071/2626

Origin: Repositório do ISCTE-IUL

Subject(s): Empreendedorismo; Modelos de mistura finita; Modelos de regressão de Poisson; Segmentação; Emprego; Entrepreneurship; Finite mixture model; Poisson regression model; Segmentation; Employment


Description

As novas empresas e o sector das pequenas e médias empresas constituem vectores fundamentais para o desenvolvimento das economias ocidentais. Neste contexto, o empresário responsável pela constituição de uma nova empresa desempenha um papel importante, com impacto no desempenho da economia. Com base em dados recolhidos para a economia portuguesa sobre os empresários que constituíram empresas em 2002, procede-se à construção de uma tipologia de empresários baseada nas suas motivações. Os resultados indicam a existência de três segmentos, com motivações e perfis distintos. As críticas a trabalhos anteriores são acolhidas neste estudo, através da selecção das variáveis de segmentação e da técnica estatística escolhida. O modelo de mistura com variáveis concomitantes utilizado inclui num único modelo probabilístico o processo de segmentação e caracterização dos segmentos, ao contrário do processo tradicional em duas etapas. Numa segunda fase, procede-se à avaliação do efeito das características do empresário sobre a criação de emprego, com base num modelo de mistura de regressões de Poisson. Este modelo incorpora dois aspectos inovadores: considera a população de empresários como heterogénea e admite para a variável Emprego uma distribuição de Poisson. Os resultados indicam a existência de três segmentos de empresários e sugerem efeitos positivos associados à experiência de gestão e de constituição de empresas, bem como às alianças entre empresas. O sexo e a nacionalidade dos empresários também apresentam efeitos significativos. A extensão do estudo a outras medidas de performance da empresa afigura-se importante para o aprofundamento do conhecimento nesta matéria.

New businesses and the small and medium size enterprises sector are two fundamental paths for the development of western economies. In this context, the entrepreneur who starts a new business has an important role to play, which affects the performance of the economy. Data was collected for Portuguese entrepreneurs who started businesses in 2002 and is used as the input for a typology of entrepreneurs based on their motivations. Three different clusters were found, with specific motivations and profiles. Criticism on previous studies is taken into account, through the adequate selection of clustering variables and statistic model. The mixture model with concomitant variables includes in one probabilistic model the segmentation and profiling procedures, instead of the traditional two-steps process. The second part of the study concerns the assessment of the effect of entrepreneur characteristics on the employment. The mixture model of Poisson regressions used has two innovative features: accounts for heterogeneity in the population of entrepreneurs and the dependent variable – Employment – is modeled by the Poisson distribution. The results indicate three clusters and suggest positive effects of management experience and previous business start-ups, as well of business alliances, on the employment. Entrepreneur’s sex and nationality also have significant effects. The extension of the study methodology to other performance measures would be important to expand knowledge on this subject.

JEL: C25, L26, M13, J23

Document Type Master thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Dias, José Manuel Gonçalves
Contributor(s) Pontes, Leandro Manuel Branco Pequito
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents