Document details

Das políticas de classificação às classificações políticas (1950-1996). A configuração do campo político angolano: contributo para o estudo das relações raciais em Angola

Author(s): Reis, Fidel Raul Carmo

Date: 2010

Persistent ID: http://hdl.handle.net/10071/3265

Origin: Repositório do ISCTE-IUL

Subject(s): Ideologia política; Identidade racial; Crise; Relações raciais; Conflito racial; Political ideology; Racial identity; Crises; Race relations; Racial conflict


Description

Pretendeu-se com este trabalho compreender, no que concerne o estudo das relações raciais na sociedade angolana e ao longo do período compreendido entre 1950-1996, as razões que concorrem para que determinadas classificações assentes na noção de raça tenham sido um recurso fundamental nas lutas políticas, nomeadamente, em processos de inclusão e exclusão. Para levar por diante este objectivo seleccionámos um conjunto de categorias «raciais» como mestiço, branco, negro, indígena e assimilado, considerando que estas últimas são classificações que assentam em propriedades rácicas/características somáticas. Tendo em conta uma perspectiva interdisciplinar optámos por utilizar três conceitos nucleares: campo político, ideologia identitária e crise. Mediante estes três conceitos foi possível analisar a dinâmica do campo político angolano como espaço de lutas de classificação, em que classificações assentes em propriedades rácicas/características somáticas tiveram um papel fundamental, como recurso político, nos processos de institucionalização do capital político. Contudo, o campo não se estruturou nem configurou tendo em conta as propriedades rácicas/características somáticas. A sua dinâmica foi condicionada por outros princípios que relegaram para um segundo plano o papel que as classificações assentes em propriedades rácicas desempenhavam na luta política.

Regarding the study of racial relations in the Angolan society in the period of 1950-1996, the aim of this research was to understand the reasons that lead certain classifications based on the notion of race to be a fundamental resource in political fights, namely, in processes of inclusion and exclusion. In order to accomplish our objective we select a set of “racial” categories such as mestizo, white, black, indigene and assimilado, considering that they are classifications based on racial proprieties/somatic characteristics. Taking into account an interdisciplinary perspective we chose to use three core concepts. That is: political field, ideological identity and crises. Through these three concepts it was possible to analyse the dynamics of the Angolan political field as a space of classification fights. Classifications based on racial proprieties/somatic characteristics played a central role, as a political resource, in the processes of institutionalization of the political capital. Nevertheless, the field was not structured nor set according to racial proprieties/somatic characteristics. Its dynamics was shaped up by other principles that relegated to the background the role classifications based on racial properties played in the political fight.

Document Type Doctoral thesis
Language Portuguese
Advisor(s) Faria, Ana Maria Châteauneuf Mouta
Contributor(s) Reis, Fidel Raul Carmo
facebook logo  linkedin logo  twitter logo 
mendeley logo

Related documents

No related documents